Foram 15 dias. Uma quinzena de amor incondicional que durará pela eternidade.

E não vai adiantar eu me questionar o porquê, tentar achar um culpado, buscar razão onde ela não existe.

Lá em cima tem alguém que sabe de tudo, que põe obstáculos em nossas vidas para que encontremos a paz. Ele, sim, pode tudo!

A nós só cabe aceitar e aproveitar cada momento de nossas vidas.

Minha pequena se foi, mas tento a cada instante não ficar triste. Tenho mais é que ter orgulho por saber que sou mãe de um anjo, e pude conviver com ele por alguns dias, dar meu amor, meu carinho, alimentá-lo. Pude sentir como é o toque de ser angelical.

E descobri que eles não choram. São fortes. São guerreiros de luz. São seres mágicos e cheios de energia, que, mesmo longe, nos dão força, nos iluminam, nos fazem crescer.

Queria ter a oportunidade de conviver mais com minha Alicia, mas ela precisou voltar. Virou uma estrela. Sei que ela agora iluminará minha vida para sempre. E onde quer que ela esteja, ela sabe o quanto eu a amo.

E do fundo do coração, agradeço a todos os abraços, orações, telefonemas, recados, twitts, mensagens via facebook e orkut, comentários nos blogs, e-mails… Não vou dar conta de responder a tudo. A filhota ganhou até comu no orkut e selinho no blog. Obrigada, mesmo!!!

Aos poucos vou pondo a vida em ordem, e é na família e nos amigos que encontro forças para continuar.

Quero contar tudo o que aconteceu, cada emoção, cada dificuldade, mas preciso estar mais refeita, senão choro mais do que digito.

Um upa bem forte e um muááá na testa e que Deus abençoe a família de cada um de vocês.

Milene, a D. dIIIRCE