HOUSEWORK

Brincar de casinha era mais fácil. Era só cozinhar, lavar, arrumar e guardar. Depois podia ver TV, brincar de outra coisa, fazer lição…

Cuidar da casa de verdade é ininterruptamente insano!

Primeiro você se perde entre as coisas que tem que fazer, depois se organiza. Daí começa a realizar os trabalhos e, assim que você finaliza um, já tem outro para fazer.

Você deixa a casa em ordem antes de se deitar, para dormir com a sensação de dever cumprido e acordar com o espírito de que não há nada a ser feito. Engano! Ninguém faz o café para você. E a pia começa a se encher.

Hoje é dia de lavar roupas. Lava, pendura, tira do varal. Sensação de dever cumprido ao ver a cesta de roupas vazia. Uma olhadinha pro lado, e lá está a cesta de roupas para passar de dando um oizinho tímido. Amanhã você passa.

E cuida do almoço, e lava a louça. E põe o almoço na mesa, e tira a mesa, e limpa a cozinha. Já é hora de começar a pensar no jantar. E vem seu filho com um copo sujo para dentro da pia…

Hora da novela, então você aproveita para dar uma varrida na casa enquanto vê um pouco de TV. Enquanto varre, você vislumbra o pó sobre os móveis: “tiro o pó ou checo meus e-mails?”.

É hora do banho: roupas espalhadas, banheiro molhado. Cadê a toalha?

Você vai para a pia de novo fazer o jantar. E, para conseguir a façanha, é preciso deixar seu filho espalhar brinquedos por toda a casa. Jantar pronto, mas não há como chegar na mesa de jantar se você não catar os brinquedos espalhados.

Marido chega em casa e vê você dando um pouco de atenção à brincadeira de seu filho: “Tô cansado e com fome. Eu não fico em casa o dia todo, como você.”

Jantar, louça na pia, louça lavada, expediente da cozinha encerrado. Opa! Apareceu mais um copo.

Arruma a mala da escolinha do filho para o dia seguinte, põe a cria para dormir, organiza a casa, dá uma conferida geral: o cesto já está cheio de roupas sujas novamente.

É hora de dormir. Você entra no quarto se arrastando e vislumbrando o sono dos justos, mas ao acender a luz se dá conta que não colocou lençol na cama nem fronha nos 5 travesseiros.

Já é hora de descansar, mas você, antes de fechar os olhos, percebe que esqueceu de por o feijão de molho: Dane-se, faço feijão outro dia.

E quando você finalmente relaxa, já tem um novo dia para começar.

Ad infinitum