mãe de menino e mãe de menina

 Cor-de-rosa, nada! A maternidade é fúcsia.

Já ouvi dizer que a maternidade é cor-de-rosa. Mas tive um menino, e não vi nada de rosa nisso! Era tudo muito azul, bege, verde, cinza…

Ser mãe de menino é muito prático: a calça não precisa combinar com a bermuda, que não precisa ornar com aquela sandália com meia. Não tem lacinho para dar, tem poucas roupas que são combináveis entre si. No verão, algumas bermudas bastam, porque meninos ficam sem camisa. O auge do rococó masculino é passar um gel no cabelo ou colocar um boné. Meninos fazem xixi de pé e não precisam se limpar. Para se divertir, meia dúzia – ou muitas delas – de carrinhos basta.

Agora estou aprendendo a ser mãe de menina.

Achei que fosse mais simples, afinal, a maioria de minhas bonecas eram meninas. Eu sou menina. Já era para eu estar familiarizada com esse universo cor-de-rosa… Só que não! O universo feminino é cor-de-rosa, lilás, pink, vermelho, cereja, rosa-bebê… A maternidade é fúcsia, mamãe!

É meia, sapato, lacinho, faixa de cabelo, body, macacão cheio de lacinhos e babadinhos. E não basta ter trocentas opções de roupas: uma peça só combina com a outra e mais nada. Confesso que fico meio assim com roupa de menina: para mim conforto é tudo, e me recuso a por uma roupa cheio de frico-frico só para minha filha ficar na moda. Sou mais a boa e velha combinação universal de calça e camiseta.

O paninho de boca tem que ornar com a coberta. A meia tem que combinar com o body. O sapato… Ah, os sapatos!  Menina tem um sapato fechado, uma sandália, um chinelo e uma bota. Digo, um de cada cor: uma coleção rosa, uma coleção vermelha, uma coleção lilás… Eu já tô pegando o jeito e anda apostando nos calçados dourados que combinam com tudo.

E ainda tem brinco. E a pulseira. Depois colares, anéis, maquiagem, esmaltes… Socorro!

Eu não tenho a mínima intenção de criar uma miniperua, embora as lojas me digam que sim.

Então a minha bolsa vai se enchendo de carrinhos e bonequinhas. Carrinhos são só carrinhos. Bonecas são bonecas AND suas roupinhas, mamadeirazinhas, babadorezinhos, chupetinhas, pentinhos…

Ser mãe de menina envolve muitos detalhes. Mas a gente se acostuma, afinal, faz parte do nosso universo. 

Menino ou menina, a maternidade tem muitas cores. Bom mesmo é se divertir com os nossos filhos com o mesmo prazer que tínhamos nas brincadeiras de boneca.

Texto escrito originalmente em 24/5/2012