grose

 

Prezados Amigos da Sociedade Protetora das Bactérias

Após anos cuidando carinhosamente, alimentando diuturnamente, criando num cativeiro de muita dedicação, optei por não mais criar bactérias em cima da pia.

Sim, durante anos eu mantive aquela lixeirinha de pia!

 

* Pausa para o zunzunzum da plateia *

 

Não sei se sobreviverei sem aquele baldinho tão à mão, mas preciso confessar que minha pia ficou muito, mas muito mais bonita e limpa sem ele.

Mesmo após aquela série do Fantástico, mesmo depois de ler o livro do Dr. Bactéria, só agora me dei conta de quantas “micronegócias” poderiam estar habitando o mesmo lugar em que eu faço a comida. Por isso, comprei uma linda e pequena lixeira com pedal para ficar no chão!

E para você que está com o “mas é uma porquinha mesmo!” na ponta da língua, saiba que uma vez um estudante de biomedicina fez uma análise de todos os teclados e mouses do ambiente de trabalho para ver qual tinha mais bactérias. E adivinhem? O meu habitat foi o mais limpinho!!!

Agora vem NIMIM, estudante! Vem fazer o teste na minha pia. Ops, dá mais um tempinho… Deixa eu me desapegar daquele potinho com o detergente e a esponja.

E você já parou para pensar que sua pia pode conter mais bactérias que seu vaso sanitário?

Imagem daqui.