guess

 

Você está grávida? Sim.

Você fez o teste de farmácia? Fiz… Três!

E o de sangue? Também.

E deu positivo? Não, eu comprei os resultados.

Você esperava? Sim. E agora tenho que esperar, no mínimo, mais 40 semanas.

Está preparada para ter outro filho? Não. E se souber de algum cursinho preparatório, me avise, por gentileza.

Você está feliz? Apesar de chorar até com comercial de pasta de dente, estou muito feliz.

Já fez ultrassom? Não. Meu GO está de férias. Só volta na outra semana, daí é que vou pegar a guia e depois agendar um horário. Resumindo: só no mês que vem respirarei aliviada ouvindo aquele tchicubumbum do pulsar de coração de um embrião.

Já sabe o que é? Sim. É humano.

Vai ter que ser cesárea, né? Não. Espero entrar, pelo menos uma vez na vida, em trabalho de parto. Quero saber o que é contração com dor, fazer força e respirar como cachorrinho.

E o menino, já sabe? Já, mas não entende.

Tá enjoando? Bastante, principalmente deste papo.

Já tem desejos? Sim, de comer e não engordar; de não enjoar; de não ter sono; de não ter que responder a perguntas chatas!

Já escolheu o nome? Não. Vou fazer um sorteio no Twitter para escolher.

Quando nasce? Quando Deus quiser, mas está previsto para meados de maio de 2012. E eu espero que o mundo acabe só depois disso.

 

E antes que alguém me chame de chata, eu respondo: grávidas são chatas, têm pavio minúsculo de curto, passam os 9 meses respondendo às mesmas coisas, acham que têm o mundo na barriga e merecem toda a atenção por isso.

Enfim: BAJULEM-ME, por favor! Mas sem melação, porque eu não posso me estressar.

 

Imagem: daqui.

Inspiração: daqui, daqui e daqui.