Um brinde às donas de casa – com o avental sujo?

dona

 

Hoje é nosso dia!

Há três anos e tralalá, decidi, por iniciativa própria, que abandonaria minha recém carreira de psicopedagoga para cuidar da minha família. Contei isso aqui, uma vez.

Jamais imaginei que a vida de uma mãe em tempo integral seria tão puxada,mas também em nenhum momento desejei ter vida de dondoca que é bancada pelo marido.

Já pararam para pensar que “nunca antes na história desse país”, mulheres que optaram por ficar em casa sofreram tamanho preconceito da sociedade.

Tem muita gente achando ainda que ser dona de casa é permancer descabelada, com avental sujo, de bobs no cabelo e unhas mal feitas. Outro tanto acredita que ser dona de casa hoje em dia é ser fútil, torradora de dinheiro do marido, que passa os dias entre shopping e academia.

Quem dera…

Elas queimaram os sutiãs e foram pedir direitos iguais.

Iguais uma ova! Somos mulheres e queremos o direito de permanecer em casa cuidando da família, bem old-style, bem retrô, se isso for do nosso agrado.

Cuidar da família não significa emburrecer. Pelo contrário, temos mais tempo de nos dedicar, nos aperfeiçoar e nos informar sobre. Digo que sou uma mãe profissionalizada.

Cuidar da casa não significa estar feia. Enquanto o feijão fica pronto, colocamos uma máscara no rosto e fazemos as unhas. Somos multifuncionais também.

A diferença é que as mulheres que trabalham ou se sobrecarregam ou dependem de uma empregada. Ah! Vai me dizer que é miragem aqueles traseiros gordos cheios de celulites nos escritórios da vida, as unhas descascadas, as caras emburradas desejando estar em casa com os filhotes?

Nem tanto a bruaca, nem tanto a diva, nem tanto a periguete.

Assim como mães que trabalham nem sempre são aquelas secretárias de corpão bonito, antenadas, que falam 5647 idiomas, as donas de casa não são aquelas mocreias sedentárias!

E há quem diga que é um retrocesso a mulher ficar em casa, cuidando dos filhos. Dizem até que isso motivo para traição e separação. Oi? Acredito mesmo é que é preciso muita determinação para tomar esta decisão de ficar em casa. E se eu posso escolher entre trabalhar e cuidar da família é porque atingi um certo grau de maturidade.

O mote é: faça sua escolha e seja feliz com ela!

Eu fiz a minha e digo: Feliz dia da dona de casa a todas as colegas!

E não deixem de ler a matéria no Uol Mulher sobre dona de casa e preconceito (estou por lá, com minha gatinha e meu pequeno Wolverine).

Check Also

Mães de primeira viagem: 20 conselhos que vocês devem ouvir

20 conselhos que as mães de primeira viagem precisam saber

Mães de primeira viagem se sentiriam mais tranquilas se soubessem a verdade da maternidade. 1. …

26 comments

  1. Certeza! Concordo plenamente com o que vc disse.. Ser dona de casa não significa ser acomodada e muito menos, ser menos batalhadora ou trabalhar menos do que qualquer outra pessoa que trabalha fora. Admiro quem optou por trabalhar fora ou aquelas que precisam trabalhar fora porque não tem outra escolha.
    O fato é que tem muita gente que adora julgar sem saber ou sem ter moral para tal..
    Enfim, eu optei por abandonar a minha carreira de secretária, nem por isto deixei de trabalhar ou me acomodar. Fiz a minha escolha e sou muito feliz por isto!
    Adorei seu texto!!
    bjs!

    • É difícil tomar esta decisão. E tenho certeza q seus filhos (atente p o plural) vão te agradecer por isso. Não q eles vão te dizer "Obrigada, mãe, por largar sua carreira e se dedicar a mim", mas com atitudes!

    • Eu não tenho muita opção. Cuido dos filhos, da casa, MAS TB trabalho, só que de casa, para ajudar pagar as contas. Tem que redefinir o papel atual, pois a sociedade mudou e não tem como ficar do jeito que era. Uma coisa é certa: quem não sabe da nossa realidade tem um preconceito idiota ( alias todo preconceito é)

    • Admiro quem fica em casa. Tb as que trabalham fora. Mas mto mais as q se dedicam aos filhos independente da opcao, pq hj eh mto facil colocar a responsabilidade de criar os filhos na escola, na avo, na galinha pintadinha, na sociedade. E sou contra qqr preconceito, afinal ngm sabe da nossa vida, nao eh? Bjus

      • Anine
        Acho q se vc precisa delegar a educação dos filhos a alguém, tem q ser com confiança, né? Culpar os outros dps é fácil. Por isso admiro mães q trabalham fora e confiam suas crianças, suas casas aos cuidados de um terceiro. Eu tenho dificuldade em delegar…
        Jokas da mi diiirce

  2. Sou mãe e trabalho em tempo integral, minha filha fica metade do dia na escola, metade do dia na avó. Não tenho preconceito com quem não trabalha p/ cuidar dos filhos, pelo contrário, se eu tivesse essa opção, tb escolheria! Sei que há preconceito por todo lado, inclusive com as mães que trabalham. Como se nós não tivessemos coragem de abandonar a carreira ou abrir mão de ganhar dinheiro p/ cuidar dos nossos filhos. No meu caso, trabalho pq sem a minha renda, não temos como nos sustentar. Mas respeito tb as mães que não querem abrir mão da carreira, não quer dizer que são menos mães pq gostam do seu trabalho e de sua profissão! Beijos

    • Aline
      Se vc fica em casa, é fútil. Se vc trabalha, é relapsa e egoísta. Qual o meio termo? Trabalho em casa, em meio período? As empresas não querem bancar esse tipo de profissional. É por isso q nós mulheres e mãe queimamos nossos sutiãs hj! Por carreiras em casa, por filhos no trabalho!!!
      Jokas da mi diiirce

  3. Oi Mi, quem me dera poder escolher assim como vc! No momento me falta maturidade financeira para poder fazer esta escolha! não creio que seja um retrocesso! fazer varias atividades é muito bom, sim pode trazer realização! Porém se dedicar a só uma… ser mãe! aquela mãe que esta em casa para soprar o dodoi do filho, poder sentar e ouvir o dia do trabalho do marido, aquela dona Nene sabe da grande familia…. é lindo é digno demais, e tem tantas mas tantas atividades tão complexas como as do dia a dia de um escritório ai da vida!! muitas mulheres vão trabalhar pois são um fiasco como dona de casa não sabem ser e não querem ser, e as vezes não sabem nem se espelhar na mãe e avós…rss mas enfim são escolhas e eu respeito todas! mas não aturo hipocrisia…..

    Outro ponto que me identifiquei muito no texto>>>> Ah! Vai me dizer que é miragem aqueles traseiros gordos cheios de celulites nos escritórios da vida, as unhas descascadas, as caras emburradas desejando estar em casa com os filhotes?

    to chorando.. pelo menos vou fazer a unha e arrumar o cabelo, pq a celulite só nascendo de novo!

    • Angels

      Essa história toda me deixa passada pq parece q quem fica em casa é baranga e quem trabalha fora é linda de viver. Quem fica em casa é fútil, desinformada e desqualificada. Quem trabalha é inteligente, realizada, cheia de qualidades.

      E vc é uma das mães q conheço que sabe desempenhar bem os dois papéis: de mãe de casa e de mãe q trabalha! Ídala! kkk

      Jokas da Mi

  4. Adorei o post Milene!! Olha eu aprendi tantas coisas nestes 10 anos de vida de dona de casa, que não sei se eu aprenderia se estivesse trabalhando e cuidando da casa. Eu vejo este tempo que estou em casa como um investimento nos meus filhos. Tem mulheres que se acomodam? Claro que tem! Mas não é porque é dona de casa, e sim porque seu perfil é assim. O importante é ser feliz!

  5. Adorei Mi, é isso aí!
    Nossa, oq e ja ouvi de preconceito, ticontá, viu!

    Bjo! 😉

  6. Olá!
    Gostaria de convidá-la para uma bricadeira lá no blog, talvez você já conheça. Escolhi os blogs a dedo.
    Pra ir direto, é aqui: http://decaronanacegonha.blogspot.com.br/2012/11/meme-um-pouco-sobre-mim.html
    Se rolar, me avisa quando publicar?
    Beijos,
    Aline

  7. Eu q admiro a sua postura, mulher linda, inteligente e sempre inovando.. vc é minha ídala..rss

  8. Arlete Helena Gomes Soffiatti

    voce deu uma resposta que eu estava pretendo escrever em um grupo que participo para uma solteira sem filhos que disse que mulher que é dona de casa e mãe é desatualizada, sujeita a traição e não mexe o traseiro, além de não fazer o trabalho direito de educar os pestinhas que dão pitis em shoppings. E isso tudo vindo de uma mulher. Humpf!

    • Arlete, o tempo se encarrega de tudo. Não vale nem a pena dar atenção a comentários feitos por pessoas que nunca estiveram em papel de mae, esposa, dona de casa… E fácil criticar aquilo que não se viveu.

    • Arlete
      É claro q tem mta dona de casa fútil, assim como tem mta mãe q trabalha fora q é estressada e não tem tempo p a família. Tem de tudo!
      Mas não se pode generalizar, esteriotipar.
      O negócio é ser feliz com sua escolha.
      Ngm fala q quer ser dona de casa qdo crescer, mas que faz isso por opção, consciente das vantagens e das frustrações, há de ser tão feliz e cheia de sucesso qto uma empresária de multinacional!
      Bjokas da Mi diiirce

  9. Arlete Helena Gomes Soffiatti

    voce deu uma resposta que eu estava pretendo escrever em um grupo que participo para uma solteira sem filhos que disse que mulher que é dona de casa e mãe é desatualizada, sujeita a traição e não mexe o traseiro, além de não fazer o trabalho direito de educar os pestinhas que dão pitis em shoppings. E isso tudo vindo de uma mulher. Humpf!

  10. Angélica Secoli

    adorei… como sempre… rsrsrs

  11. Carreira a gente retoma, o crescimento de um filho não, não perca o melhor da festa só para ter mais sapatos ou aquela bolsa de grife, muitas vezes usamos a desculpa " É que eu quero dar o melhor para o meu filho " O melhor que você pode dar à ele é sua presença, sua oração, seu amor !!!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: