Tag Archives: desabafos

diiirce sai da sala

  Falta-nos tempo. É sempre a mesma reclamação, independentemente de idade, classe social… Antes eu trabalhava, estudava, não tinha empregada, saía de balada. Dava tempo de fazer muitas coisas, e eu já reclamava da falta dele. Depois veio a formatura, o primeiro filho, a faxineUra, e o tempo? Sempre escapando pelos dedos. Mais uns anos, mais um filho, mais se …

Read More »

Crônica exaurida – ou mais do mesmo

Semana de 32º em pleno inverno. As moléculas corporais já ficam mais exaltadas. Era dia de pediatra. Só quem tem filho sabe como dia de pediatra é emocionante: mala, carteirinhas do convênio, de vacinação, ficha de peso, pacote de bolacha (esqueci), suco (esqueci), brinquedo (tinha um esquecido na bolsa) e saco, bem grande. Porque deve ter uma matéria na faculdade …

Read More »

Cozinha da Bruxa

cozinha de bruxa

Eu achava que cozinhava bem, até ter um filho. Imaginei que ele adoraria comer panqueca, bolo de chocolate, gelatina, purê de mandioquinha, lasanha… Não tô falando de brócolis, chicória, quiabo, nem peixe ensopado. Tô falando de coisa que criança gosta: bisnaquinha com manteiga, pão com requeijão, melancia, morango com açúcar. Vejo mil receitinhas, posts de pratos de criança, e quase …

Read More »

Cucas encanadas

  Essa obsessão pelo perfeccionismo maternal é uma coisa de outro mundo. Nós, mães, buscamos sempre ser as melhores, dar conta de tudo, fazer tudo ao mesmo tempo, mesmo sem ter superpoderes. E, ainda assim, sabemos que não vai sair perfeito. Porque somos humanas, e não máquinas. Mas bem que queríamos que tudo fosse redondinho: filho colocando o uniforme sozinho …

Read More »

Leoas e #mimimi

Há algum tempo encontrei na internet um grupo de mulheres mães que, assim como eu, buscavam ajuda, companhia, ombros. Era uma época muito legal, em que o Twitter servia de janela para suas ideias, e nos blogues encontrávamos soluções para quase tudo. Amizades floresceram nesse terreno árido da hipertextualidade. Sempre havia uma outra mãe insone buscando alento após uma crise …

Read More »

Existência delivery

Terceirizamos tudo. É fato! Comemos a comida feita por outros, bebemos o suco feito por outrém, que um outro alguém “deliverou” à nossa porta. Contratamos personal-tudo: para cuidar da saúde, da alimentação, da beleza, dos cabelos, das roupas, dos bichinhos… Cuidar da casa, quem quer? Outra pessoa lava, passa, cozinha. Vai casar? Contrata um organizador de eventos que agiliza tudo …

Read More »

Servindo garapa em cristais Bohemia

  Não é nenhuma novidade saber que, primeiro, comemos com os olhos. Daí, se apetecer a visão, o olfato se aguça e, só depois, é que a comida, de fato vai para o paladar. Então que lendo um texto da Nina Horta, me dei conta de como não sirvo para gastrônoma. Vejo muitas donas e donos de casa fazendo curso …

Read More »

Autonomia: quem inventou isso?

  A adolescência está cada vez mais extensa – ou não -, dizem as pesquisas. Agora ela já se alonga até os 30 anos. E começa cada vez mais cedo. Antes, era lá pelos 13 anos. Hoje, como mãe, posso afirmar que ela começa aos 3 anos de idade. Ainda não há explosões hormonais, espinhas, horas trancado no banheiro ou …

Read More »

Loop da dona de casa

Brincar de casinha era mais fácil. Era só cozinhar, lavar, arrumar e guardar. Depois podia ver TV, brincar de outra coisa, fazer lição… Cuidar da casa de verdade é ininterruptamente insano! Primeiro você se perde entre as coisas que tem que fazer, depois se organiza. Daí começa a realizar os trabalhos e, assim que você finaliza um, já tem outro …

Read More »