Seu filho bebe água?

 

Dicas e macetes para seu filho beber mais água

paporetoNão é nenhuma novidade que nós, adultos, devemos consumir em média 2 litros de água por dia. E sabemos o quanto é difícil conseguir essa proeza diária. Tem gente que ingere os 2 litros facilmente, outros precisam de certos empurrõezinhos, como deixar garrafinhas espalhadas, anotar o quanto vai bebendo, dar conta de uma garrafa, usar apps, anotar na geladeira, por o relógio para tocar a cada tantas horas… As técnicas são inúmeras. E se para nós, que somos gente grande e sabemos da importância desse líquido para nossa saúde, já é difícil, imagine para uma criança que não entende a real necessidade da coisa. Haaaaaaja criatividade (leia a frase com aquela entonação do Galvão Bueno).

Claro que existem crianças que sentem mais sede, que pedem água. Mas existem as que só querem saber de suco, e olhe lá!

Esse líquido sem gosto, sem cor, sem cheiro é essencial para regular a temperatura do corpo, para auxiliar na digestão e no trabalho do intestino, para transportar todos os nutrientes através do sangue, para auxiliar o transporte de oxigênio para o sangue, enfim, todas as células do nosso corpo precisam de água para funcionar. Ou seja, a baixa ingestão de água pode ocasionar problemas de tudo o quanto é ordem: do sistema respiratório a déficit de atenção.

Agora vamos dividir o assunto em partes para facilitar. Primeiro: você sabe quanto você e seu filho precisam beber de água por dia?

agua

Contas feitas, agora vem o desafio: como fazer seu filho beber essa água toda! Forçar é a pior medida, pois associar água a algo ruim não trará resultados positivos.

Se depois dessas dicas, seu filho não mudar, diiirce devolve seu dinheiro, na hora, no caixa, sem burocracia (hein?).

Não espere a criança ter sede e pedir água: Ofereça água durante o dia, no intervalo das refeições, após a brincadeira, na hora da lição, de ler um livro…

Tenha água disponível: deixe uma garrafinha, um copinho sempre ao alcance da criança, para que ela possa se servir quando quiser.

Ofereça água gelada: muitas pessoas só gostam da água mais fresca, e seu filho pode ser uma dessas pessoas. Tente nos dias mais quentes.

Gelos divertidos: providencie aqueles gelos plásticos em formatos e cores diversas, para tornar o momento da água algo divertido e diferente.

Gelo com frutas: coloque frutinhas, como, uva, amora, morango, kiwi, nas formas de gelo. Na hora de servir água, adicione uma pedrinha de fruta. Será mais divertido!

Água com frutas: em uma jarra, adicione rodelas de laranja, limão, folhas de hortelã, manjericão. De repente a água saborizada será mais bem aceita.

Copos especiais: providenciar copos especiais só para água pode ser um incentivo. Geralmente as crianças não gostam de tomar em copos plásticos porque eles pegam gosto. Prove beber água como seus filhos bebem.

Canudos bacanudos: um ótima opção é ter canudos divertidos e coloridos para beber água. A maioria dessas garrafinhas plásticas ou copos com canudos embutidos deixa gosto na água. Providenciar canudos para os copos da família vai dar a impressão de que a criança já é “gente grande”.

Garrafinhas no caminho: sempre que sair, faça a criança levar uma garrafinha de água, mesmo que ela não beba. Mais dia, menos dia, seu filho vai tomar.

Restrinja as opções: diminua a oferta de suco ao longo do dia, caso contrário, seu filho vai optar pelo suco e se esquecer da água.

Bolhas: que tal, de vez em quando, adicionar um pouco de água gaseificada à água comum? Sair da rotina é sempre prazeroso para as crianças.

Recompensa: combine uma premiação depois que a criança cumprir uma meta de copos de água, como passear em algum lugar, ganhar uma guloseima.

copos

Personagens a seu favor: diga que o personagem que seu filho mais curte também toma água. A Peppa, o Ben 10, as Tartarugas Ninjas, as Monster High. Invente histórias deles bebendo água. Vai que cola!

Xixi amigo: criança adora falar e rir das escatologias diárias, como xixi, cocô, catotas. Tire proveito disso e convide-a a analisar a cor do xixi conforme ela bebe mais ou menos água.

Explique: a gente acha que não, mas os pequenos já conseguem entender, cada um à sua maneira, de como precisamos de água. Repetir essa informação vai garantir que seu filho memorize e um dia te agradeça por tê-lo ensinado.

Seja o exemplo: criar hábitos na vida familiar depende da integração de todos. Se um membro precisa mudar, todos os outros devem ser o exemplo. De nada adianta você aplicar todas as dicas acima, se você mesma deixa de tomar água. Tome e mostre para seu filho. Isso com certeza será o melhor incentivo.

Agora levanta esse bumbum da cadeira e vá tomar seu copo – e não esquece de chamar seu filho para ir junto!

3 comments

  1. Nossa eu sou dessas que preciso de todas as ajudas possíveis para lembrar de beber água… apps, despertador, garrafas espalhadas pela casa e assim mesmo quase não bebo… Já a minha filha de 1 ano e 5 meses adora, vive com o copo de água pra cima e pra baixo!

  2. Lá em casa as meninas bebem tanta água… Muita mesmo…mé costume nosso…de família. Fiz assim, comprei um filtro de plástico das princesas, na verdade nem é filtro, é bebedouro, rs, e deixo bem acessível a elas, principalmente a pequena, ela mesmo se serve… E fale xixi…rs beijos querida

  3. Gostei das dicas, mas tenho uma observação a fazer sobre os 2 litros de água por dia. Isso sempre me pareceu estranho: se somos fisicamente diferentes, por que beber a mesma quantidade de água? Daí que um belo dia recebi uma mensagem da Defesa Civil RJ com informação da Organização Mundial da Saúde, dizendo que a recomendação é ingerir 30ml de água por quilo de peso. O que faz muito mais sentido, né? rs
    (e os tais "2 litros" são, na verdade, uma média para facilitar as pessoas)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: