6 Dicas para Garantir a Segurança Digital do seu Filho na Volta às Aulas

tablet

Entenda porque a segurança digital do seu filho é importante nessa volta às aulas.

As aulas voltaram! As mães comemoram que a casa fica organizada por mais tempo e agora podemos tomar banho, ir ao banheiro sem sermos interrompidas e desfrutar alguns minutinhos na internet.

Entretanto, o retorno à escola nos faz ter uma nova preocupação: a criançada começa a ter acesso a computadores, e muitas escolas já têm o tablet como um item na sala de aula. Mas será que nossos filhos e professores estão preparados?

Pesquisas da AVG Technologies mostraram que 95% dos pais gostariam que Educação Digital fosse uma disciplina a ser abordada na escola, mas, infelizmente, 78% dos professores brasileiros se dizem não estar preparados para tal tipo de orientação.

Nossos filhos desde bem pequenos já têm acesso a tablets, notebook e outros aparelhos que se conectam à rede, mas muitos pais não sabem como lidar com a educação digital dentro da própria casa.

Eu acredito que educação é algo que se começa em casa e se reforça na escola. Estou aqui falando de bons hábitos, boas maneiras, não de conteúdos acadêmicos. Em casa, ensinamos sobre higiene, respeito, segurança, limites. E é em casa que o comportamento na internet também deve ser guiado. Por isso, algumas regras simples podem ser seguidas para ficarmos de olho de na segurança digital das crianças.

@ Entenda como funciona um aparelho antes de entregá-lo a seu filho: É sempre melhor saber mais de tecnologia do que seu filho, para podemos controlar o uso e limitar os acessos.

@ Configure o equipamento para uma zona de criança antes de entregá-lo a seu filho: Celulares, tablets, computadores, vídeo games vêm sempre com opções de configuração adequada a crianças. Isso evita que nossos filhos acessem conteúdos impróprios, façam compras em nosso nome, dentre outras restrições que deixam o ambiente digital mais seguro para a criança se divertir.

@ Demonstre interesse pela vida digital de seu filho: Converse sobre jogos, aplicativos, redes sociais. Interaja com seu filho por essas redes, caso ele já tenha idde para acessá-las. Quando nossos filhos saem de casa, sempre queremos saber onde, quando, como e com quem eles estavam. O mesmo deve acontecer na vida digital deles.

Leia mais sobre Segurança Digital do seu filho

@ Converse sobre segurança digital: Um bate-papo sobre os prós e os contras dos equipamentos é o primeiro passo para um diálogo sobre segurança. Alertar sobre os perigos da vida on-line é tão importante quanto aqueles conselhos de não falar com estranhos, não atravessar a rua sem olhar, não sair da escola sem autorização…

@ Converse com o professor sobre o assunto: Se a escola e a família tiverem o mesmo diálogo com a criança, o aprendizado fica mais consistente e significativo. Com a união das forças, quem sai ganhando é a criança.

@ Verifique a postura da escola sobre o uso da internet dentro e fora de suas dependências: Toda escola já deve ter uma política de acesso a internet, tanto para alunos, quanto para funcionários, que deve ser de conhecimento da família. Alunos e professores podem se adicionar nas redes sociais? Em que momento o aluno pode usar o smartphone ou tablet na escola? Qual a postura da escola caso haja um relato de cyberbullying?

De nada adianta matricular seu filho numa escola moderna, conectada, se professores e alunos não estão preparados para fazer uso dessa tecnologia toda. E é com diálogo em casa, entre pais e filhos, que a educação digital deve começar.

Aprendizado de verdade só se dá em tranquilidade. Faça sua parte como mãe/pai, cuidando da segurança digital de seu filho!

Fonte: AVG Technologies

Check Also

crianças mais espertas

As crianças estão mais espertas: a verdade que você precisa saber

Na era da informação, temos a impressão de que as crianças estão mais espertas. Mas …

Deixe uma resposta