Será que estou pronta para ter outro filho?

 

mask

A gente nunca acha que está pronta para ter outro filho

 

Você está aí, roendo as unhas, lascando seu esmalte, se perguntando se daria conta de (mais) um filho.

E eu te respondo: sim, você dá!

Não é porque eu já tenho dois filhos, porque curti quatro gestações e porque ainda não fechei a fábrica, que lhe digo isso. É pela experiência da maternidade plural.

Aquele sentimento de dúvida se a gente vai dar conta só paira quando as coisas são suposições. Quando aparecem dois risquinhos, e o bicho pega, a dúvida dá lugar à autoafirmação. E então você passa a gestação toda mentalizando sua capacidade de cuidar de mais de um filho. Até que ele chega, e as coisas aparentam ser mais simples do que você imaginava.

Eu, por exemplo, em meu primeiro dia em casa com dois filhos, não pedi ajuda para ninguém e consegui tomar banho sozinha, enquanto o marido estava no trabalho. Cheguei até a sentir uns músculos se inflando, e minha roupa virando um calçolão azul com estrelas e um colant vermelho, mas era só fruto da minha autoestima.

Entretanto, esse período é do tipo aperitivo: quando começa a ficar bom, acaba.

Passados os meses de namoro com o recém-nascido, de adaptação dos irmãos, de fim da novidade, coincidentemente, para o bebê inicia-se a exploração do mundo; e para a mãe, a queda de cabelos.

Choros e birras em conjunto, acessos de teimosia e egocentrismo na mesma hora, o suco de um que cai em cima da lição do outro, briga de irmãos, roupa e roupa para lavar (e passar!), o cachorro que late, a campainha que toca…

Onde eu estava com a cabeça quando achei que estava pronta para ter outro filho?

Relaxa. As crianças são o de menos. Com os filhos a gente se desdobra, cede, bate o pé, mas garante que eles estejam em boas condições. É instintivo, é natural, é para garantir a procriação e a existência da espécie. Antigamente as mulheres tinham cinco, sete, onze filhos, e nem tinham microondas ou máquina de lavar roupas! E elas davam conta.

Para se chegar ao sucesso, anote esta palavrinha-chave: prioridade.

Para sobreviver é preciso abrir mão das refeições tranquilas, é necessário abaixar a guarda e pedir ajuda, é essencial respeitar a diferença entre os irmãos, é normal ser mais permissiva em prol da própria sanidade, é fundamental manter o pulso, é natural deixar os irmãos brigarem de vez em quando, é saudável deixar de tentar ser perfeita.

A maternidade plural vai te fazer mudar mais uma vez, por isso é importante tentar resgatar sua vida de antes, ainda que seja em vão, porque sei que o sorriso de seus filhos não vai te deixar voltar.

E, sim, você dá conta disso tudo!

(texto publicado originalmente para a Rede Mulher & Mãe, disponível em: https://mulheremae.com.br/antes/estou-pronta-para-mais-um-filho/

Check Also

Como fica a memória das mulheres antes e depois dos filhos?

Eu tinha uma excelente memória, até o dia em que troquei o nome dos meus …

12 comments

  1. Vou dizer que nao e facil … Tenho 3 . Grito , berro , digo nao , coloco de castigo, abraço , beijo , digo sim , nem sempre nessa ordem rs. As idades sao diferentes , os genios parecidos, as personalidades fortes e eu ali no meio de um furacao . Silencio quando todos estao na escola , mas nao por muito tempo sao tantas coisas pra fazer que ate esqueço que estou sozinha em casa . Mas tenho que fazer , sou mae e por mais que erre uma hora acerto .

  2. Lindo… sempre damos conta do recado!

  3. que lindo texto, estou passando por esta fase atualmente, minha menina tem 3a8m e todos os dias me pergunto se estou preparada pra ser mae novamente, se ela nao é muito novinha e dependente ainda. Estou pensando em engravidar no final do ano novamente, mas que dá medo, isso dá!

    • Priscila, se pensar muito, a gente nao engravida nunca! Pensa q vamos envelhecer, morrer, e nao tem presente melhor q um irmao pra partilhar a vida. Meu mais velho tem 3 anos e o mais novo com 3 meses… Cansa? Sim, mas vale muito a pena, e a gente se estressa com menos coisas do q com o primeiro! Coragem!

  4. verdade tenho 2 e quero ter mas

  5. Tô passando por isso!! Demorei 7 anos para ter minha segunda filha q hj ta com quase um mês, qdo voltei do hospital pensei e agora q vou fazer?!! Kkkk mas to dando conta tem q ter muita paciência principalmente com o ciume do mais velho pelo irmão!!! Mas com amor,carinho e respeito tudo da certo!!! Eu to muito feliz com minhas duas princesas!!!!

  6. No meio do furacão, ainda a gnt arruma um tempo p curtir, né? Senão a gnt pira!

  7. Garanto que os medos e os receios de não dar conta somem com o primeiro chorinho. O ditado é real: coração de mãe sempre cabe mais um!

  8. Qdo eu acho q não vou dar conta, eu visualizo uma mãe nos anos 30, numa fazenda, com 8 crianças em volta dela, ela fazendo comida no fogão à lenha e costurando roupas p a filharada. Daí eu penso: eu tenho microondas, lojas de departamentos em cada esquina, delivery, geladeira e mercadinho do outro lado da rua. Pronto, passou! kkk

  9. O meu medo não é de não dar conta… tenho medo é das contas! Rsrs Na verdade, meu medo vai além. Tenho medo do tamanho do amor. Tenho medo de ter mais alguém em minha vida tão maior que eu. Tenho medo de amar mais que à primeira…
    A primeira vez é mais fácil pq a gente não sabe o tamanho q tem..a importância q tem um filho… nem o trabalho q dá tb pra educar e agradar.

  10. Quero tbm poder dar conta de dois!!! E vamo q vamo…

  11. Adorei a parte dos músculos inflando… Kkkk

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: