Porto de Galinhas com crianças vale a pena?

Porto de Galinhas com crianças

Uma viagem a Porto de Galinhas com crianças precisa ser escolhida a dedo para ser incrível

Quem me acompanha nas redes sociais viu que encarei nossa primeira viagem de avião em família. A gente tava merecendo férias de verdade há um bom tempo, mas ao mesmo tempo eu lembrava de como poderia ser uma ida à praia com as crianças e já dava calafrios.

Escolhermos viajar para a região de Porto de Galinhas com as 3 crianças primeiramente porque me pareceu um local tranquilo e divertido para eles, segundo porque tinha uma grande vontade de ir para Pernambuco (sou MUITO fã de Chico Science e Nação Zumbi, e estar nas terras do Manguebeat seria bastante significativo para mim).

Nossas viagens em família anteriores eram coisa rápida, de carro, com duração de no máximo 3 horinhas, geralmente para resorts. Viajar para um destino em outro estado, de avião, com os 3 filhos e marido seria um desafio. E organizar tudo nessa minha rotina doida (e para ajudar sem empregada) seria uma epopeia. Daí nossa escolha pela CVC Viagens (não é jabá, pagamos nossa viagem com nosso suorzinho mesmo). Nós escolhemos o destino, e a CVC cuidou de todo o resto. Nossa função foi escolher a melhor hora do voo e bater o martelo no hotel. O resto foi por conta deles: a reserva do melhor quarto, o traslado privativo, os passeios adequados para a faixa etária dos meus filhos, que tem 2, 5 e 8 anos. A agência escolheu tudo a dedo, lembrando sempre que eu precisaria de pontos de apoio com banheiro e comida por perto, em que as crianças pudessem brincar à vontade e sem ficarem esgotadas. A mim restou fazer as malas e me divertir com a família.

Porto de galinhas com crianças
As tão sonhadas férias chegaram

O destino escolhido foi Ipojuca – cidade onde está a praia de Porto de Galinhas. Mas nossa estada se deu em outra praia, num resort com toda a infraestrutura de que eu preciso (no fim do post eu conto porque Porto de Galinhas em si não é tão boa para as crianças). Como todas as nossas viagens anteriores foram regadas à muita chuva (temos uma sorte que eu vou te contar), escolhemos ficar no Summerville, um resort com muito lazer e diversão, caso o tempo estivesse ruim. O Summerville Resort tem um complexo aquático muito legal, brinquedotecas para bebês e outra para crianças, quadra, restaurante especial para as crianças, copinha baby, atividades para as crianças durante todo o dia, camas para todo mundo muuuuito espaçosas, microondas no quarto e o melhor: de frente para os recifes e a 200m de uma praia rasinha que mais parece uma piscina infantil com conchinhas e peixinhos.

Quantas dessas frases de verão que toda mãe diz eu soltei nessa viagem?

Porto de Galinhas com crianças
Vista aérea do Summerville

Dos 5 dias, ficamos apenas 1 e meio no hotel Summerville, mas ainda assim valeu a pena, pois voltávamos dos passeios e caíamos na piscina até a hora de jantar, e depois podíamos comer mais tranquilos enquanto as crianças mais velhas brincavam com os monitores (eles só ficam depois dos 3 anos de idade, mas há opção de contratar uma babá para esses momentos lá mesmo no hotel).

Dia 1 – Chegada a Recife – Ipojuca – Muro Alto

A primeira viagem de avião das crianças foi incrível. Os menores dormiram com o antiemético e o maior curtiu bastante. Eu estava bem tensa com medo de eles causarem a bordo, mas fui surpreendida por 3 lindos filhotes daqueles de revista! Ao chegar no aeroporto de Recife, um guia da Luck Receptivo estava esperando a gente numa van privativa (eu ri, porque meu sonho é ter uma van ou uma kombi com essas crianças). De Recife a Ipojuca dá cerca de 1 hora de estrada, mas passa voando com tantas coisas para se ver. Apesar de ser uma região de indústrias e galpões, a paisagem em si é bastante diferente, com coqueiros, canaviais e mangues. Chegando ao Summerville, tinha bolo de rolo no quarto, então não posso mais manter a indiferença: já me apaixonei. Almoçamos e demos uma volta na praia. A maré estava alta já, mas deu para mergulhar um pouco. Até a hora do jantar fizemos “aquela força descomunal” de ficar na piscina.

Porto de Galinhas com crianças
Praia do hotel Summerville, com a maré subindo
Porto de Galinhas com crianças
Vista da piscina do Summerville

Dia 2 – Praia de Carneiros

Acordar com cartola e bolo de rolo diz muito sobre o café da manhã do Summerville e a promessa de um dia maravilhoso. A Luck Receptivo nos buscou 8h30. Eu achei cedo, mas com o fuso, 6h já estávamos de pé. Nosso destino do dia era Praia de Carneiros, a 1h do hotel, na cidade de Tamandaré. Nosso ponto de apoio foi o Bora Bora, onde deixamos nossos pertences para o passeio de Catamarã e escolhemos o almoço antes de passear. Foi a primeira vez num barco com as crianças, e eles amaram o passeio e as paradas nos recifes. O mais legal, segundo às crianças, foi o banho de argila. Nem preciso falar o quanto eles brincaram. Na praia de Carneiros em si, eles puderam brincar na água até a maré subir, porque aí a faixa de areia diminui e as águas deixam de ser piscina para ser praia. No passeio de volta, a molecada dormiu, garantindo aquele gás para voltar para o hotel e continuar a brincadeira na piscina.

Porto de Galinhas com crianças
Vista do Bora Bora na Praia dos Carneiros
Porto de Galinhas com crianças
Banho de argila na Praia dos Carneiros

Dia 3 – Maragogi

Saímos mais cedo ainda do hotel, pois Maragogi, em Alagoas, fica a pouco mais de uma hora do hotel. Eu tinha receio se um passeio mais distante assim valeria a pena e… VALE! A praia paradisíaca é incrível para as crianças, e o Pontal do Maragogi (nosso ponto de apoio) tem uma estrutura completa com cadeiras, gazebos (acho chique), redes, restaurante, ducha, banheiros limpinhos e… piscina na areia! Foi um passeio que valeu muito a pena, tanto que queremos voltar só para lá. Fizemos um passeio de catamarã até as Galés para ver os recifes em alto-mar. Um cenário de filme! Depois aproveitamos a tranquilidade do gazebo enquanto as crianças recolhiam as tampinhas de garrafa da praia (aliás, não entendo como há tantas delas num lugar tão belo!) Na volta, apreciamos o pôr-do-sol visto dos canaviais à beira da estrada, e é uma coisa meio poética, parece filme. A Luck Receptivo agiliza tudo para a gente: das cadeiras ao melhor horário e fica à sua disposição para você voltar quando quiser. De volta ao hotel, demos janta para os 3 no restaurante infantil e fomos aproveitar o Restaurante 7 Mares e suas delícias. E se você pensa que as crianças não tinham mais bateria, elas brincaram até às 22h com os monitores.

Porto de Galinhas com crianças
O passeio a Galés é imperdível
Porto de Galinhas com crianças
Vista tranquila do gazebo no Pontal do Maragogi
porto de galinhas com crianças
Ver do pôr-do-sol na estrada que liga Maragogi a Ipojuca

Dia 4 – Muro Alto

Enfim, acordamos tarde: 7h30! Hahaha! Mas logo depois do café já saímos para a praia do hotel. E foi a melhor decisão: estava bem vazia e deu para brincar com o standup paddle sem atropelar ninguém. Definitivamente, Muro Alto é a melhor praia para crianças: não tem ondas, é linda, a temperatura da água é perfeita e é rasinha. O hotel tem um ponto com cadeiras e guarda-sol e tem um quiosque bem perto com bebidas e petiscos (se bem que a gente só ficou na água de coco e no sorvete). Saímos para passear sobre o Muro Alto com as crianças. E foi tão divertido que quase esquecemos que a maré iria subir. São tantas coisas (siris, ouriços, peixes, conchas, corais, algas…) que a gente dava um passo e tinha que parar para eles brincarem com algo que encontraram. Ficamos em Muro Alto até a maré começar a subir e as crianças estarem com fome, pois ninguém vive só de picolé e bolacha. O resto do dia foi aproveitado do complexo aquático do Summerville, na jacuzzi à beira-mar, relaxando e comendo. PS: Não sinto saudades de casa.

Porto de Galinhas com crianças
Como sentir saudades de casa tendo isso a alguns passos da cama?
Porto de Galinhas com crianças
Um dos lugares mais incríveis da viagem era o quintal do hotel Summerville

Dia 5 – Porto de Galinhas

Depois de pensar bem se iríamos até Porto de Galinhas (depois de Muro alto, Carneiros e Maragogi, duvido encontrar algo mais lindo), decidimos acordar cedo e conhecer a tão famosa praia de Porto de Galinhas com as crianças. Do Summerville até lá são 15 minutinhos, e chegando ao centro a gente já percebe a loucura: era o último domingo do feriadão de Finados, a praia já não estava tão cheia, mas fomos abordados umas 10 vezes para passeios de jangada e buggy até chegar à faixa de areia. Na praia, tivemos que pagar para usar as cadeiras do quiosque, já que não iríamos perder o almoço maravilhoso do Summerville por um peixe frito. Enquanto esperávamos o melhor horário da maré para passear nas jangadas, ficamos na praia. Foi uma experiência enlouquecedora: a cada 10 segundos (juro!) um ambulante te aborda. Passeio de catamarã, de buggy, de jangada, camarão, ovo de codorna, picolé, camarão, ostra, arte no azulejo, mergulho, queijo coalho, castanha de caju, tererê, caixa de som, capinha para celular, saída de banho, óculos de sol… E a cada 10 segundos era um “não, obrigado”, mesmo estando na área do quiosque. O que era para ser relaxante, se tornou desgastante. A praia de Porto de Galinhas não é tão rasa quanto a de Muro Alto, que dá para deixar as crianças mais à vontade, e também tinha bastante gente. O feriado não é uma alta temporada de turista de fora, mas o pessoal de Grande Recife e região costuma ir para lá nessa época. O passeio de jangada vale a pena para as crianças, pois eles pegaram ouriço na mão e alimentaram os peixes (aliás, tive que dar um corte, porque senão elas iam estourar os peixes de tanta ração). O visual é muito bonito e o passeio é agradável, embora batido (os guias parecem robôs explicando). A vilinha de Porto de Galinhas é boa para comprar lembrancinha e comer. Há muitas opções e os preços são acessíveis. Voltamos de buggy para o hotel, passando pelo meio da reserva do Cupe (porque estávamos acima do limite de passageiros – me senti mãe de 9 crianças). Aproveitamos mais uma vez as delícias do Summerville, afinal era nosso último dia no hotel.

Porto de Galinhas com crianças
Em Porto de Galinhas as crianças podem dar comidas aos peixes
Passeio em porto de galinhas
Apesar de saturado, o passeio a Porto de Galinhas é muito bonito e vale a pena conhecer.

Dia 6 – Recife e Olinda

Acordamos cedo para aproveitar o café da manhã esplendoroso do Summerville e 8h00 a Luck Receptivo já estava nos esperando para um city tour rapidão. Na verdade, o city tour é passeio puxado para as crianças, então optamos por escolher alguns pontos. Olinda tem um panorâmico da orla de Recife maravilhoso, lojinhas de artesanato bem parecidas com as de Porto de Galinhas (e mais caras) e construções centenárias que contam muito a história de nosso país. É um passeio que eu faria com mais calma, mas com as crianças não rola. Eu queria ver os detalhes das igrejas, e eles querendo correr e mexer em tudo. Recife só deu para ver a praia da Boa Viagem pela Van e conhecer a Embaixada de Pernambuco. Eu sempre quis entender os personagens do carnaval pernambucano, e lá eles dão uma aula sobre isso, tem enfeites para os turistas tirarem fotos, e as crianças se divertiram. Definitivamente voltaremos, pois quero conhecer outros pontos da cidade com calma. Almoçamos no Shopping Recife com uma amiga muito querida e até encontramos com o Papai Noel até dar a hora de ir ao aeroporto. A Luck ficou com nossas malas esse tempo todo, para a gente curtir tranquilo nosso último passeio. No aeroporto, o guia nos acompanhou até o portão de embarque, garantindo que estava certo para nossa volta.

Passeio em porto de galinhas
A paisagem em Olinda é hipnotizante.
Passeio em porto de galinhas
Sendo muito turista na Embaixada de Pernambuco

Um passeio que criou incríveis momentos da família junta e um gostinho de quero mais!

Voltaria porque: quero conhecer Recife, seus museus, suas praias, seus parques e obviamente, a gastronomia! Quero voltar para ver Serrambi, Maracaipe e Cabo de Santo Agostinho.

Um arrependimento: minha família não é chegada a frutos do mar. Deixei de comer muitas coisas porque seria desperdício. Devia ter desperdiçado e matado minha vontade de lagosta, camarão, lula, caranguejo…

Meu muito obrigada:

  • à CVC Viagens, por transformar meu sonho numa experiência incrível! Com toda certeza meu próximo destino está num desses pacotes
  • ao Summerville Resort, por todo cuidado com as famílias e pelo aconchego que fez esta canceriana não sentir saudades de casa.
  • à Luck Receptivo, por levar minha família com muito conforto e segurança para lá e para cá e garantir sempre os melhores lugares nos passeios.
  • ao Bora Bora, em Carneiros, pela segurança e pelo visual.
  • ao Pontal do Maragogi, pelo lugar incrível que deixou a gente curtir aquele paraíso até o último minuto (fomos os últimos a sair do estacionamento!!!)
  • à Dedeka pela proteção às crianças. Sem as camisetas com proteção solar nossa viagem teria sido problema.
  • à Bárbara, pelo carinho e rápida companhia no almoço. Foi ela quem dividiu a única porção de camarão comigo e o sorvete de tapioca. Dividimos comidas e multiplicamos abraços, porque de matemática ela manja!
porto de galinhas com crianças: vale a pena?
Até breve, Ipojuca!

 

Check Also

Mãe exausta: o que fazer com os filhos por perto

Ideias geniais para uma mãe exausta relaxar com os filhos

Atividades que qualquer mãe exausta vai querer fazer no meio do dia para recarregar as …

Deixe uma resposta