Psicopedagogia e as Empresas

No cenário atual, em que a velocidade da informação gere os processos e os comportamentos organizacionais, a gestão de pessoas assume um novo perfil, deixando de lado o contexto industrial. Gramigna (2002, p. 4) aponta que a área de recursos humanos, que antes era centralizadora e responsável por todos os processos de pessoal, agora assume um papel mais estratégico, “descentralizando-se, …

Read More »

TPM me deixa com vontade de…

chutar todos os cachorros, sarnentos ou não, que venham me cheirar. quebrar garrafas pelas ruas ao som de “Rage Against the Machine“. gritar como louca na porta dessas igrejas evangélicas xiitas. vomitar no balcão do McDonald’s quando me perguntarem se casquinha ou sundae de morango acompanha. passar com o carro por cima de pombas piolhentas. comer chocolate. quebrar vitrinas daquelas …

Read More »

Um Trago

Como uma manhã ordinária, saiu para fazer sua caminhada. Sem documentos, só com a roupa do corpo, o par de tênis nos pés e a chave de casa no bolso. Ninguém poderia abrir ou fechar-lhe o portão, pois morava sozinho. Dona Odete amarrou Neve na coleira e levou seu poodle branquinho para passear. Enquanto isso, seu Vito seguia rumo à …

Read More »

A Meditação

Meditar.Esvaziar a mente.O não-pensar.O pensar em nada.Exaurir-se.Esgotar-se de tão vazio. Não sentir, não fazer, não imaginar. Drenar idéias.Disseminar pensamentos.Renunciar ao movimento sem ir a pó.Aniquilar reações. Não sentir, não fazer, não imaginar. O não-existir.O vão.A resistência.O revogar.O nada.O não.O nulo. Frivolidade. Anulação. Niilidade. Oco. Enquanto isso, sua constituição orgânica continua a operar.

Read More »

Recomeço

Apagou o último incenso.Se houvera uma explicação, não poderia fazer sentido.Não havia chão no mundo que pudesse servir de base.Seu arco-íris era uma escala de cinza.Um blefe contra si mesma.Consumiram o que havia de mais profundo e simples.Haveria uma saída?Escreveu cartas para anônimos.Limpou seu armário.Rasgou as fotos.Cantou e dançou.Pensou num refúgio.Desembrulhou seu chocolate, mas não comeu.Ouviu uma canção no rádio.Separou …

Read More »

Sadomasoquismo Tecnológico

Nada de chibatadas com o mouse.O sadomasô tecnológico vai mais além. É quase tântrico. Não é físico: é psicológico e amoral.O terror psicológico de o Windows executar uma operação ilegal.O ódio inverterado quase mortal da tela azul indicando uma falha geral no sistema.Rancor mortalRepugnância invencível de ver o cursor parar de responder aos seus comandos.Medo súbitoAversão manifestada aos caracteres ilegíveis …

Read More »

Feriado na cidade

Cansei de ficar aqui sentada, esperando uma idéia baixar… A mente já ficou poluída de tantas inspirações sem continuação…Vou dar uma volta… até o banheiro, acho.Beber um copo d’água e respirar um pouco de ar puro, mesmo que poluído.Lavar o rosto com água, mesmo que não seja incolor, insípida e inodora.Observar o vento balançar as folhas da minha planta artificial.Escutar …

Read More »

Croma

CROMA Já chovia há quase uma semana. Os turistas enfadados e enfurecidos com as decisões da natureza já eram uma grande maioria. Diferente não estava eu. Há quase 7 dias, perambulando no apartamento, devorando livros, ou apenas atravessando a rua para ir ao mercado. Lá fora, a chuva incansável, insaciável continuava a derramar seus pingos pela costa sudeste do país. …

Read More »