Miojo da depressão

miojo

Dicas para oferecer uma refeição mais saudável e riscar de vez o macarrão instantâneo da sua lista de compras

“Minha mãe me deu miojo a vida toda, e eu tô aqui, vivo!”

Essa é a desculpa de muita gente para oferecer esse tipo de comida às crianças. Muito provavelmente você deve estar vivo, sedentário, e, em mais alguns anos, irá começar a tomar um comprimidinho bobo para a pressão.

Há quem acredite que o miojo fica pronto em três minutos, mas leva um pouco mais se você contar o tempo que a água demora a ferver. Chutando alto, você pode demorar uns 6 minutos para fazer o almoço da criançada. Com rapidez, uma bomba de sódio sem valor nutricional algum está pronta. “Mas eu não ponho o tempero”. Bela roba, diria minha vó. O macarrão instantâneo só é assim porque é pré-cozido e FRITO antes de ir para o saquinho.

Acredito que o segredo da substituição do miojo por outras coisas mais saudáveis é a organização. Esse negócio de não ter tempo fica para trás quando você se prepara para eventuais emergências. A dica vale não só para a invenção do senhor Momofuku Ando, mas para todo o tipo de comida industrializada que se oferece às crianças: da lasanha congelada à comida de potinho.

Não é possível que cozinhar um macarrão cabelo de anjo demore mais do que preparar o miojo nosso de cada dia. Se você achar que ainda assim a preguiça fala mais alto, leia este post.

A velha desculpa da falta de tempo, da preguiça, do cansaço não pode prevalecer sobre a saúde dos nossos filhos. Então, anote!

  • Tenha sempre um macarrão cabelo de anjo ou argolinha na despensa. Eles cozinham super-rápidos e acompanhados de um queijinho são os favoritos da criançada.
  • Previna-se: sempre que estiver inspirada e for cozinhar algo saudável, faça um pouquinho a mais e congele pequenas porções. Vale deixar um potinho pequeno com arroz e carne de panela no freezer, por exemplo. Aproveite aqueles vidrinhos das papinhas que podem ir ao microondas depois.
  • Tenha hamburguer e nuggets caseiros congelados: é uma manhã que você fica na cozinha para uns dois meses de muita refeição de emergência garantida.
  • Perca o medo da panela de pressão. Em 15 minutinhos é possível preparar uma sopinha bem nutritiva que pode garantir umas 6 refeições do seu pequeno.
  • Tenha sempre batata e mandioquinha em casa: cozinham rápido, ainda mais quando descascadas e picadas, e podem virar papinhas, purês, ou virarem acompanhamento daquele restinho de filé de frango que restou do jantar de ontem.
  • Tenha tabletes de caldo de legumes caseiro. Enriquecem e temperam qualquer coisa que precisar ser cozida.
  • Seja firme e diga não aos industrializados de emergência: no começo você vai achar que não vale a pena, mas em pouco tempo você pega o jeito da coisa e vai valer a pena!

969033_569618316393781_1475096969_n

E caso sua criatividade e a preguiça não ajudarem, visite esse pessoal bacana sempre disposto a nos ajudar a fazer escolhas mais saudáveis para a alimentação das crianças:

Comer para Crescer

As delícias do Dudu

Maternidade Colorida

Karine Durães

Confira agora 5 receitinhas para fugir do miojo!

Check Also

bife à milanesa crocante assado no forno sem sujeira

Bife à milanesa assado crocante

Como preparar um bife à milanesa assado no forno, crocante e sem sujeira Um dos …

6 comments

  1. Paola Bueno Preusse

    Espero nunca matar uma fada hahahahahahhahaha :))
    Obrigada por citar meu cantinho <3
    beijos

  2. É isso!
    To com um post agendado sobre isso… sobre o dia que passei a encarar a cozinha do dia-a-dia como cuidar da minha família!
    beijos
    Lele

  3. Isso ai…..adorei as dicas…..!!!! bjusss

  4. É mais fácil que muita gente pensa comer direito e, melhor, mais gostoso!! Sem aditivos, a comida fica muuuuuito mais saborosa. Adorei o post. Aproveitei para colocar seu blog no blogroll, que está sendo atualizado 🙂
    Beijos!

Deixe uma resposta