Maternidade é Vida Loka

rapper

 

Ser mãe é treta sangue no zóio. Então a gente cola com a gangue pra se garantir no rolê, mano!

Outro dia postei um vídeo no YouTube : O rap da Maternidade Ostentação.

Muitas mães se identificaram e eu fiquei pensando: caraca! A gente faz parte de uma gangue, de um bonde, um rolezinho.

Depois que nos tornamos mães, parece que formamos uma tribo com as outras, trocando segredos, desabafando e rindo da desgraça própria e alheia. Deixamos algumas amigas de infância de lado porque o papo dessa turma é muito mais a pampa.

Somos uma gangue mesmo, dessas em que é preciso passar por um ritual para entrar. Chapado, só pra quem é do crime. Quer parada mais tensa que um parto? O bagulho é louco!

<<Você sabe que é mãe em tempo integral quando…>

E pra tá no rolê, as mães precisam mostrar suas cicatrizes, para provar que é sangue no zóio. A maternidade vida loka é osso, não perdoa ninguém, é episiotomia, corte de cesárea ou no mínimo uma estria.

Assim como nos rolezinhos, causamos grandes arruaças por aí. Levar os filhos ao shopping, ao mercado, ao banco… Mó guela! A galera vai te olhar, te julgar, e você nem dá ideia. É embaçado, maluco, sair da goma com a molecada.

E sabe aquele cumprimento exclusivo entre os parças, os códigos nos gestos? Sim, as mães também colam nas trutas e se comunicam nas ações: Alisamos a barriga, limpamos sujeiras com dedão e um pouco de cuspe, ajeitamos os seios no sutiã de amamentação sem amarelar. Só quem é vai saber, firmão?

Além disso, para fazer parte do bonde das mães, é preciso ter um objeto, um acessório que identifique o seu grupo. Paninho de boca pendurado no ombro ou na calça, um saquinho de biscoito na bolsa, uma bolsa gigante que caiba sete trocas de roupa, fralda e coberta. Cada grupo tem sua treta, dependendo da faixa etária da prole. Às vezes colamos com uma par de objetos, pra mostrar que pertencemos a mais de uma facção.

E as mães têm uma quebrada; se pá, se reunem em vários picos. Pode ser a pracinha do bairro, o buffet infantil ou a porta da escola. Pela ordem, só se trombam os neguinhos na função. Quem não é mãe, passa longe do rolê.

Mas experimente embaçar com alguém da gangue? Se você falar mal de uma de nós, os “mano-mãe” te caçam sem dó. Temos muita cumplicidade em nossos grupos. E ainda que uma de nós tenha dado o maior migué, a gente se põe no lugar dela e tenta entender as razões. Parceria, manja!?

<<20 conselhos que toda mãe precisa saber>>

E não vá pensando que somos o tipo de bando que não bebe, não se droga. Bebemos, e muito! Tem a gangue da água, a do café, depois a do chá-seca-barriga. Quanto às drogas, não tô falando de Fluoxetina, Rivotril. A parada é mais forte, mais ilegal: tipo um bombom de licor escondido no banheiro. Vida loka!

Como todo bando de arruaceiros, fazemos coisas que não prestam: damos doces antes do almoço, liberamos o smatphone no restaurante, deixamos a TV ligada no desenho favorito só para ficarmos de buenas na internet, a gente deixa eles porem a casa abaixo quando estamos só o pó. A gente não vale nada!

Para finalizar, tô ligada que a treta que mais pesa para colar nessa gangue é o simples fato de ser mãe: uma vez que se é mãe, você nunca mais abandona os trutas. Não importa a idade de seus filhos, se seus filhos não moram com você, se eles já se foram. Você sofreu a transformação mais mil grau que uma pessoa pode sofrer. Já é, tá na treta.

Maternidade vida loka: É nóis que tá!

Antes de ir embora, inscreva-se no meu canal no YouTube!

Check Also

25 atividades diárias que irritam qualquer mãe

24 atividades diárias que irritam qualquer mãe

Fazemos essas coisas todos os dias, mas elas irritam qualquer mãe (ou pai) Ser mãe …

45 comments

  1. Manoooooo você arrasou. RI muuuuuuuuuuuuitooo! HAha! É bem isso memo mano!

  2. Natália Piassentini

    Hahahhah nossa veio! É isso ae! É nois na fita. Sempre digo somos uma legião, basta uivar um pouquinho mais alto pra que todas uivem por você também. 😉

  3. É isso aê irmão, a treta é nossa.kkkkkkkkkkkkkkkk
    amei essa parada, tá ligada ? 🙂

  4. Aêee Querida mana, arrasou rs! E os colar de ORO de mano q a gente usa cos molequinho tudo pendurado para se identificar na gangue rs beijo sua linda e bom fim de semana!

  5. Lyd Pedreira olha esta materia amiga.kkkk

  6. É barra pesada mermo! Acabei de arremessar a bolsa de caroços de cereja que uso para o meu torcicolo para acertar no meu filho de 3 anos e meio, para que ele me deixasse no quarto a adormecer o filho de 7 meses… Cadê a mãe da Peppa Pig??????? 🙂

  7. Hahahah… Muito bom!

  8. haahaa adorei a parada e essa mano tamos juntas.

  9. Muito bom! Sangue no zóio mano…kkkk

  10. Cara foi f***a, da hora o negócio, aplauso “pa” geral!

  11. Caraaaaaaaca mt São Paulo isso kkkkk. É nois nessa treta maternal. So qm pá sabe cm é.

  12. Maria Carolina Oliveira

    Muito bom. Chorei de rir! Olha isso Renata Galli.

  13. demais demaissssss! Ri muito, muito contextualizado, representando bem aí as mães vidaloka! kkkkkkkk

  14. É nois…..

  15. ahahahahaa fiquei maior triste de não ter visto vc ontem! 🙁
    Queria dá um abraço, mano! hahahaha Adorei! Bjs :*

  16. Nossa e como!!! É nois hehe hoje mesmo me droguei com leite condensado no meu morango na cozinha enquanto a filha comia morango puro na sala.kkkk

  17. É isso ai mina , nois é foda …… Muito bom nunca tinha visto um blog de mamães assim ….. Adorei 😉

  18. Melhor post da vida! hahahaha!

    É nóis, parça!

    Beijos da Isa, do blog @50tonsdemae

  19. Nóis na fita mano!

  20. Alessandra Kuchak Resende

    E bota treta nisso véio! kkkkkkkkkkk

  21. Muito doido, é isso ai, somos uma gangue, é nós na fita #émuitatreta
    bjs

  22. Falô e disse mana!

  23. Nunca comentei em nenhum post mas esse ta muita treta truta! rsrs toca ai!

  24. Hoje vai ter churras na casa de um amigo!!! Carne e Rock junto com meu filho de 1 ano e 8 meses !

  25. O barato e loco!! Eh nois gangue treta pura rs.

  26. Sensacional!

  27. Q isso mlk, amei !!!! Kkkkkkkk aauuuuuuuuuuu!

Deixe uma resposta para solange Cancelar resposta