“Mãe Sem Filtro” mostra a maternidade possível

Mãe sem filtro: Quando mães diferentes e sinceras resolvem falar o que pensam sobre a vida.

Eu já tinha blog antes de ter filho. Escrever sempre foi uma válvula de escape, um prazer, um trabalho. Um dia, depois de ter filho, resolvi escrever sobre os aprendizados da maternidade.

Assim nasceu o diiirce: queria dividir dicas e minhas histórias com outras mães. O tempo foi passando, eu fui mudando, aprendendo com a maternidade, seja com meus filhos, comigo mesma, seja com outras mulheres.

Daí que há cerca de 4 anos, recebi o convite para uma parceria que me encheu de orgulho e me fez pensar “pô, agora eu tenho a responsabilidade de verdade de ajudar outras mães!”.

Quando o site Bebê.com.br me convidou para ser parceira, eu quase explodi de alegria. Por indicação da atual amada Fabi Deziderio que nos brinda com os textos do Desembucha, pude alcançar muito mais mães.

Muitas ideias surgiram nessa parceria, muitos posts decolaram – muitos nem saíram do papel.

Mãe sem filtro

No entanto, uma das ideias que saíram do papel foi o recém-lançado #MãeSemFiltro: um programa quinzenal, dentro da fanpage do Bebê. Lá, eu, a Nathália (editora-chefe do portal) e a Mari Belém (Mamãe de Primeira Viagem) falamos sobre um assunto em alta, sempre com um convidado diferente. 

A proposta é arrancar o filtro de “florzinha” da maternidade e mostrar as coisas como são, valorizando opiniões e posturas diferentes. Por isso a participação de outras mães ao vivo é tão importante. É só você chegar na hora marcada (sempre aviso antes nas minhas redes) e comentar. Queria mesmo que fosse tudo ao vivo, cara a cara, mas é quase impossível. Então a internet quebra esse galho e coloca a gente na mesma sala, batendo papo, como se estivéssemos umas 100 mães desabafando.

No primeiro episódio, a gente atacou a LOKA, fez uma brincadeira de “eu nunca” e brindamos com uma bebida (isso é bebida???) muito inusitada:

Depois foi a vez de dois papais simpáticos e muito participativos falarem sobre o papel do pai nos dias de hoje. Foi engraçado, emocionante, reflexivo… Saí de lá com a cabeça bombando depois do papo com o Fernando, do Papai Comédia, e o Jefferson, do Papai de Menina.

O episódio mais recente foi sobre Limites – ou a falta deles. Deu vontade de levar a psicóloga infantil Bárbara Catarina para casa, dentro no bolso. Ela ia dando dicas, e eu e a Mari falando das possibilidades de cada uma, de como aquilo poderia ou não funcionar nas nossas casas. Poderíamos ter sido interditadas pela psicóloga, mas voltamos para casa (kkkk). 

Então é isso! Fiquem ligados na fanpage do Bebê.com.br e não deixem de assistir o #MãeSemFiltro que a gente prepara com muito carinho pensando em como ajudar as mamães a serem menos perfeitas pro mundo e mais perfeitas para seus filhos.

>>PS: Eu amo a vinheta de abertura do Mãe sem filtro. Assistam!

Check Also

Será que estou fazendo tudo certo com meu filho?

Será que estou fazendo tudo certo com meu filho?

A dúvida que angustia a maioria das mães: será que estou fazendo tudo certo? Será …

One comment

  1. Ideia fantástica, parabéns! Deve ser super divertido e melhor que tudo real!!
    Bj

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: