Limpeza de fim de ano: atitudes simples para começar o ano bem

limpeza de fim de ano

 

Chega essa época do ano e a gente só pensa em deixar as péssimas lembranças no ano que fica e preparar o terreno para o novo ano que se aproxima. A maioria de nós encara uma limpeza de fim de ano, seja aquela faxina pesada em casa, a organização de um armário, seja a limpeza mental ou espiritual, garantindo uma onda de good vibes.

Esse lance de limpeza de fim de ano pode lá ter suas ligações com o feng shui ou com umbanda, até no Japão rola um mutirão de limpeza em locais públicos para dar aquela energizada no mundo em que a gente vive. Há quem ligue a limpeza de fim de ano à superstição, há quem apenas aproveite os feriados e as férias para colocar a casa e a vida em ordem (e as crianças podem entrar na onda também).

Nada de faxinão para descabelar

Eu não sou a louca da faxina. Vejo gente que esfrega chão e lava banheiro todo santo dia. Acho lindo ter a casa brilhante, mas na prática, não consigo. Se eu limpo a casa e faço comida, meus filhos ficam distantes de mim. Se brinco com meus filhos e limpo a casa, não dá tempo de fazer comida. Se faço comida e fico com os filhos, a casa acaba ficando de pernas para o ar. Ter os 3 ao mesmo tempo é insano, é pedir o sangue. Então, adotei os esquema de prioridades. Simples! Se as tarefas de casa não têm fim mesmo, não há motivos para eu tentar dar conta de tudo.

Mas para o fim do ano, adoto algumas medidas para curtir a virada cheia de boas energias. Porque, convenhamos, casa limpa e arrumada, traz uma energia boa! Parece que o ar flui gostoso dentro do nosso lar, e a gente sente isso na pele, com aquela sensação de bem-estar, de aconchego da casinha da gente. Faxina boa é aquela que a gente termina e fica cansada, sim, mas muito feliz e realizada.

Hoje vamos falar daquela faxina de fim ano na casa e na vida da gente. Nada de loucura de sair limpando a casa da cabeça aos pés e virar o ano acabada. Mas são pequenas atitudes que dão um up na casa da gente, na cabeça da gente, trazendo boas novas.

Rituais para novos hábitos

Eu tenho sim meus pequenos rituais de ano novo, que faço para trazer boas energias. Não tem nada a ver com religião, mas são pequenas atitudes que parecem deixar meu lar mais purificado (ou ajeitado mesmo!).

Para 2018, minha vontade era fazer uma faxina na vida, tirar da minha frente pessoas que não me fazem me sentir bem, ou hábitos e atitudes que não reforçam o melhor de mim, mas, feliz ou infelizmente, tem certas coisas que a gente não pode simplesmente mudar. Temos que nos adaptar a elas, fazendo as manobras radicais da vida.

Mas vamos àquelas atitudes para dar fazer uma limpeza de fim de ano na sua vida:

  • Desfaça-se de coisas que você não usa mais. Roupas, livros, brinquedos, panelas. Se estiver parado no seu armário, dê vida ou doe. Bote aquela bandeja linda para ser usada, fique apenas com as roupas que te fazem se sentir bem, fique apenas com os brinquedos que realmente são queridos.
  • Concerte ou jogue fora o que estiver quebrado. Troque baterias de relógios, jogue fora aquela taça lascada. Se você jurou que ia consertar e nesse último ano não o fez, então passe para frente ou se desfaça.
  • Lave as cortinas. Aproveite o calor do verão para lavar as cortinas da casa e comece o ano com o frescor entrando pela janela.
  • Limpe os brinquedos. Depois da seleção, é hora da limpeza de ano novo nos brinquedos.
  • Organize sua nova rotina. Monte sua agenda, seu planner. Planeje novas metas e novos hábitos. Mais que organização no fim do ano, é uma maneira de mentalizar suas ambições.
  • Lave todas a roupas até dia 31. Uma das minhas superstições é virar o ano com o cesto vazio. É meio missão impossível, mas tento dar conta de tudo e o que sobrar no dia já fica na máquina de molho. Não quero sujeira no meu ano novo.
  • Pelo mesmo motivo, troca toalhas e lençóis para a primeira noite do ano. Nada como deitar numa cama limpa e se enxugar em toalhas sequinhas para o ano começar bem.
  • Lixo nem pensar: Só fica em casa o que for da festa. Lixo anterior vai p rua.
  • Quando acordar no dia primeiro, abra bem janela, deixe arejar o quarto, arrume a cama. E torço para que isso se torne um hábito. 
  • Eu gosto de lavar o chão da casa no primeiro dia do ano logo que acordo. Faço um café e jogo uma água perfumada (de preferência com lavanda natural) nas áreas de maior circulação. Não é pano, é água. Nem que seja um copo. Essa faxina no primeiro dia do ano é para levar qualquer resquício do ano anterior.
  • Ainda como parte dessa limpeza de fim de ano, cuido de mim: uma limpeza de pele nos últimos dias, nem que seja em casa, com o vapor da água quente e uma esfoliação ou uma sessão de cuidados usando até as coisas do bebê. Na manhã do primeiro dia (depois de dar aquela lava da no chão), tomo um banho quase gelado, dou uma lavada do pescoço para baixo com sal grosso, e enxáguo tudo com um chá de rosa branca, manjericão, lavanda, alecrim, que eu mesmo faço. Só depois desse banho é que tomo um café de rainha com rabanada.
  • Para a virada, não deixo nada estragado ou velho na geladeira. As frutas da fruteira precisam estar frescas, sobre a mesa, bem coisa de novela. O frescor das frutas como enfeite me traz uma sensação muito boa.
  • As flores também têm um papel especial. Durante o fim do ano, espalho flores pela casa. Não só pela beleza, mas pela energia boa que elas trazem.
  • Para a limpeza energética ficar completa, incenso ou aromatizadores de ambiente antes e depois da virada. Odores bons para atrair bons pensamentos.

E vocês, o que fazem para trazer boas energias ao ano novo? Contem para mim!

Beijos e boa faxina para receber o novo ano com tudo!!!

 

2 comments

  1. Um 2018 de muita luz é paz para Você é Família ! Obrigado pelas dicas , me ajuda muito , gratidão , beijo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: