Museu Bunkyo e Bairro da Liberdade com crianças

Liberdade com crianças: museu bunkyo

Conhecer a Liberdade com crianças: dica imperdível de o que fazer nas férias

Que tal descobrir as riquezas do Bairro da Liberdade com crianças e depois conhecer o surpreendente Museu da Imigração Japonesa?

Mesmo que você não tenha japoneses na família, você vai se surpreender como a cultura desse povo influencia a nossa. De alimentos a costumes, é incrível como o Japão está presente no nosso dia a dia e nem notamos.

Todo mundo sonha com a organização, a limpeza, a disciplina e a inteligência dos japoneses. No Museu Bunkyo a gente passa a entender a importância desses valores para a cultura nipônica. São 3 andares de museu, na Liberdade, num endereço pouco visitado a um preço simbólico. É imperdível para as férias.

Você é japonesa?

Desde pequena, era confundida com mestiça de japoneses. O cabelo liso e os olhos puxados sempre deram pinta de que eu poderia ter um pé no Japão. Bastava eu dizer meu sobrenome “Massucato” para perguntarem se meus pais ou avós era japoneses. Menti algumas vezes, dizendo que eram meus avós. A cultura oriental sempre me cativou de alguma forma. Na verdade, meu sobrenome vem de do italiano Mazzocato. E os olhos puxados dizem que há um chinês escondido na base genealógica da família que até hoje ninguém encontrou. Vai saber se não foi minha família que levou o macarrão da China para a Itália? Sim! O macarrão foi inventado na China.

A propósito, meu nome é Milene Massucato. Diiirce é o nome do blog, e eu já contei o porque desse nome, sabia?

As crianças se divertem com os detalhes e as diferenças culturais na Liberdade

Os passeios pelo bairro da Liberdade com crianças sempre foram incríveis: dos restaurantes e mercearias às lojinhas cheias de quinquilharias, não houve uma vez em que não me surpreendesse com algo nesse bairro tradicional de São Paulo que carrega o Japão consigo. Imagine então como as crianças se divertem! Aos fins de semana, a feira de artesanato e as lojinhas encantam os visitantes. Durante a semana, as ruas meio obscuras da região trazem pequenas lojas que vendem pedras, selos, pincéis, futons, ofurôs, oratórios… O Bairro da Liberdade tem cheiro de história, e as crianças amam o passeio. Nem ligam de andar um bocado, pois a cada passo enxergam detalhes, objetos diferentes, cheiros estranhos.

Liberdade com crianças: melhores passeios
Imagem: https://www.guiadasemana.com.br/sao-paulo/

É praticamente impossível passear pela Liberdade e não voltar com uma sacolinha. Comidas diferentes, potinhos, objetos de decoração, papelaria, maquiagem… Haja café para energizar esse passeio! Uma parada na novíssima 89 Coffee Station é imperdível. Comidinhas maravilhosas até para os olhos, um ambiente descolado para você se sentir em Tokyo e um café sensacional preparado das mais diversas maneiras. Para os mais tradicionais, a Padaria Itiriki tem opções bem diferentes para o lanchinho, como o Melopan – o pão de melão (que é delicioso) e o suco de Pobá (parece um saguzão).

Liberdade com crianças: onde comer
Café da 89 Coffee Station na Liberdade

Você conhece o Museu da Imigração Japonesa?

Um pouco mais adiante da Praça da Liberdade, no cruzamento da Avenida Galvão Bueno com a São Joaquim, o prédio da Associação Cultural Japonesa abriga o Museu Bunkyo desde 1978. Numa entradinha de um prédio comercial, você já é recebido com a discrição e a organização oriental. Nos 7º, 8º e 9º andar do prédio funciona o Museu da Imigração Japonesa: uma joia pouco conhecida da cidade de São Paulo.

Liberdade com crianças: museu bunkyo

Mais de 5 mil objetos em 1250 metros quadrados de muita história – isso sem contar os andares que contam com acervo de livros, jornais, fotos e outros documentos históricos.

No sétimo andar, está toda a trajetória dos imigrantes japoneses, desde a época do Kasato Maru, navio que trouxe os primeiros imigrantes para as lavouras de café, contando em detalhes a importância desse povo para agricultura de nossa região e dos hábitos da cultura paulistana.

O oitavo andar continua falando da agricultura, mas entra também no cooperativismo (implantado pelos japoneses), na indústria e no comércio. O nono andar abriga os painéis de Seiji Togo, um renomado artista japonês. Ao lado, vitrines mostram uma infinidade de objetos do dia a dia de imigrantes japoneses, de cosméticos a material escolar. Muitos presentes no nosso dia a dia, mostrando a influência dessa cultura.

O que as crianças vão curtir?

Os animais empalhados e a réplica da cabana de agricultores foram o ponto alto da nossa visita. Ficamos um tempão por ali, observando os detalhes da casa, observando cada parte dos bichos que ficam tão perto da gente. A réplica do navio também atraiu os pequenos. A roupa de samurai e os objetos do nono andar também caíram no gosto dos meus filhos. Eles também curtiram bastante ver os objetos de escola e de esportes.

Liberdade com crianças: Museu bunkyo

Na Liberdade, as crianças amam entrar em qualquer lojinha ou mercearia. Há muito o que se ver. Só é preciso cuidar para que eles não saiam mexendo em tudo (com 3 filhos isso é missão quase impossível).

Liberdade com crianças: Melhores passeios em SP

Aproveitamos a oportunidade para levar as crianças para andar de metrô, já que o Museu fica perto da Estação São Joaquim, e uma caminhada tranquila nos levou à praça da Liberdade onde fica a outra estação. O período das férias é uma época tranquila para esse tipo de passeio, que parece meio bobo para quem usa o transporte público com frequência, mas para as crianças acostumadas e ir de carro para cima e para baixo é espetacular. Foi a parte do passeio favorita do meu caçula.

Liberdade com crianças: passeio de metrô

Você já foi à Liberdade? Conte para a gente nos comentários qual seu lugar favorito para passear por lá.



Deixe uma resposta