Deixe de ser uma mãe estressada em 5 minutos

mãe estressada

 

Desabafo de mãe: Como a gente se livra do estresse do dia a dia?

Mães, pela natureza da sociedade, sentem-se sobrecarregadas. Como se não bastasse, sentem-se responsáveis por algum mal causado a sua cria: por fazer birra, por não comer, por não dormir, por ser tímido demais, por ser espoleta demais, por deixar na escolinha, por ser super-protetora. Também, a rotina insana do dia a dia acaba por minar nossas forças e nossos sorrisos.

Essa chaga que assola a maternidade é assunto em qualquer rodinha de amigas, porta de escola, rede social. Desabafar é fácil, combater a praga de uma mãe estressada é que são elas. Ainda mais porque tem aquele tal de tempo, ser em extinção (Leia: Você sabe que é uma mãe em tempo integral quando…).

Mas já pensou em poder aliviar essa tensão em cinco minutinhos? Coisa rápida. São dois vídeos da popó e pronto! Surge uma mãe feliz e de baterias recarregadas.

Coloco aqui algumas ideias de como aliviar aquela tensão nos ombros, a cara franzida e deixar de ser uma mãe estressada em cinco minutos – sim, porque cinco minutos é tudo o que basta para uma mãe.

  • Coma um chocolate escondido das crianças.
  • Escute sua música favorita com fones de ouvido.
  • Deite-se sob o sol.
  • Dê um amasso no marido, como se fosse uma adolescente.
  • Tranque a porta e vá ao banheiro sozinha, sem ser interrompida.
  • Faça uma auto-massagem nos pés com um óleo perfumado.
  • Ligue para uma amiga para bater papo.
  • Faça uma máscara facial.
  • Leia um artigo numa revista até o fim.
  • Faça um chá ou um café, e tome a xícara ainda fulmegante.
  • Aperte o botão soneca! E veja que máximo: isso vai lhe garantir nove – eu disse NOVE – minutos de alívio!!!
  • Alongue-se.
  • Dê um abraço bem demorado em alguém.
  • Pule na cama com seus filhos.
  • vFaça uma esfoliação nos pés ou nas mãos.

Obs.1: Não é todo dia que isso dá certo. Não se sinta mal por isso.

Obs.2: Um dia ruim não faz de você uma mãe ruim.

E você, o que fez hoje por você?

mãefeliz

Algumas ideias de como deixar de ser uma mãe estressada em cinco minutos – sim, porque cinco minutos é tudo o que basta para uma mãe.

Check Also

voltar o corpo depois da gravidez

Seu corpo não volta depois da gravidez. Aceite!

Seu corpo depois da gravidez não vai voltar ao que era antes. E isso não …

37 comments

  1. Verdade nasce uma mãe, nasce uma culpada!

    Sabe o q me sinto mais culpada, é quando eu saio tipo para comer fora, shooping, cinema e não levo o Pedro.

    Q besteira, né?!

    mas parace que para mim é errado fazer algo q me divirta sozinha, as vezes até faço mas me sinto culpado…

    E para aliviar a minha culpa eu programo passeios com ele e com a minha mãe, pois acho péssimo os dois ficarem “presos” em casa… rss

    Na verdade não alivio a tensão nunca.. vou seguir as dicas.

    bjo

  2. Você não quer fazer uma lista com umas 500 indulgencias? Delícia!

  3. Olha, tem muita verdade no seu texto…rs, culpa toda mãe sente…eeu sou uma mega culpada, não sossego a cabeça um minuto.Agora, li cada item da sua lista e levei um susto, pq faz anos que eu não faço alguns ítens…hehehe Obrigada por me acordar, vou correndo mudar isso…JÁ bj!

  4. Amei, vou testar!

  5. Dicas ótimas !!ser mãe e maravilhoso e muito difícil !!5 min merecemos muito!!
    Preciso deste meu tempo ..todas precisamos!!
    Ler umas páginas de livro…escutar minha música preferida…
    Tomar um CAFE quentinho e fresquinho.
    Arrumar um álbum de fotos ..,
    Mamaes arrumem sempre um tempinho pra vcs!

  6. A culpa é uma praga, e a forma mais saudável de combatê-la é buscando o equilíbrio…
    A mãe que reserva um tempo para si, usufruindo de pequenos prazeres, poderá exercer sua maternidade de modo muito mais pleno! Pais e filhos saem ganhando! Quando eles são muito pequenininhos, tudo fica muito embolado, e não é só o bebê que precisa enfrentar o processo de individuação, a mãe às vezes demora muito tempo para conseguir romper o cordão!
    Adorei as ideias! Volta e meia desfruto dessas e de outras simples delícias! Necessário!

  7. A culpa é uma praga, e a forma mais saudável de combatê-la é buscando o equilíbrio…
    A mãe que reserva um tempo para si, usufruindo de pequenos prazeres, poderá exercer sua maternidade de modo muito mais pleno! Pais e filhos saem ganhando! Quando eles são muito pequenininhos, tudo fica muito embolado, e não é só o bebê que precisa enfrentar o processo de individuação, a mãe às vezes demora muito tempo para conseguir romper o cordão!
    Adorei as ideias! Volta e meia desfruto dessas e de outras simples delícias! Necessário!

  8. A culpa é uma praga, e a forma mais saudável de combatê-la é buscando o equilíbrio…
    A mãe que reserva um tempo para si, usufruindo de pequenos prazeres, poderá exercer sua maternidade de modo muito mais pleno! Pais e filhos saem ganhando! Quando eles são muito pequenininhos, tudo fica muito embolado, e não é só o bebê que precisa enfrentar o processo de individuação, a mãe às vezes demora muito tempo para conseguir romper o cordão!
    Adorei as ideias! Volta e meia desfruto dessas e de outras simples delícias! Necessário!

  9. A culpa é uma praga, e a forma mais saudável de combatê-la é buscando o equilíbrio…
    A mãe que reserva um tempo para si, usufruindo de pequenos prazeres, poderá exercer sua maternidade de modo muito mais pleno! Pais e filhos saem ganhando! Quando eles são muito pequenininhos, tudo fica muito embolado, e não é só o bebê que precisa enfrentar o processo de individuação, a mãe às vezes demora muito tempo para conseguir romper o cordão!
    Adorei as ideias! Volta e meia desfruto dessas e de outras simples delícias! Necessário!

  10. A culpa é uma praga, e a forma mais saudável de combatê-la é buscando o equilíbrio…
    A mãe que reserva um tempo para si, usufruindo de pequenos prazeres, poderá exercer sua maternidade de modo muito mais pleno! Pais e filhos saem ganhando! Quando eles são muito pequenininhos, tudo fica muito embolado, e não é só o bebê que precisa enfrentar o processo de individuação, a mãe às vezes demora muito tempo para conseguir romper o cordão!
    Adorei as ideias! Volta e meia desfruto dessas e de outras simples delícias! Necessário!

  11. A culpa é uma praga, e a forma mais saudável de combatê-la é buscando o equilíbrio…
    A mãe que reserva um tempo para si, usufruindo de pequenos prazeres, poderá exercer sua maternidade de modo muito mais pleno! Pais e filhos saem ganhando! Quando eles são muito pequenininhos, tudo fica muito embolado, e não é só o bebê que precisa enfrentar o processo de individuação, a mãe às vezes demora muito tempo para conseguir romper o cordão!
    Adorei as ideias! Volta e meia desfruto dessas e de outras simples delícias! Necessário!

  12. Mãe também é um indivíduo e como tal precisa ficar um pouco sozinha sim. Também sou adepta dessas e outras… Faz pra bem pra mãe e pra família inteira. Adorei!

  13. Sinceramente, não tenho tenho tanta culpa. Devo me sentir culpada por isto? ;=D

  14. Tirar pelo menos uma manhã para fazer as unhas….

  15. Eu que o diga, quem me conhece sabe que sou bem assim e muito mais.

  16. o que são 9 min de alivio mesmo??? rsrsrsrs

  17. ADOROOOOOOO esse blog! !!!!!!!!!

  18. Eu me sinto tão culpada, qualquer coisa que eu faça sem eles, o remorso quase me mata, vai ter confraternização da empresa e eu não vou levar eles, pense num coração partido.

  19. E a depilação… eheheheh

  20. Hoje, para mim, eu dormi a tarde. Cochilei. Mas ainda não comi o chocolate escondida nem fiz esfoliação nas mãos e nos pés. Ah, hj eu fui no banheiro e sozinha! Rsrsrs.

  21. Verdade o texto,mae ja se culpa por tudo,pior ainda é quando vem alguém e nao sabe da situação,vem dar palpites e ainda a culpa por razões que é de natureza do filho mesmo,da personalidade. Minha filha nao fica com ninguém a nao ser com meu esposo,quando fica com outro alguém chora muito e acabam me culpando por isso. Pq vive so com a genge, que tem q sair mais,visitar mais a família. Ufa! Eu to uma pilha,vivo exausta e ,em busca de um futuro melhor para ela,estudo pra concurso tmb. Ou seja,quase nao tenho tempo pra mim. Minha filha tem 2 aninhos e apesar do estresse cotidiano,estou sempre com um sorriso e um abraço para recebê-la

  22. quem dera eu pudesse fazer tudo isso meu filho e muito chato e chora o dia todo faz pirraça o dia todo e nao me deixa nem ir no banheiro sozinha ate toma banho tenho que tomar com ele socorroooo

  23. é estranho ouvir uma mae dizer que o filho é um "chato" acho que ele tenta chamar atenção o tempo todo, com isso ele nao tem atenção nunca e a mae tambem so estressa. Qtal !!!! tentar começar o dia brincanco com os filhos, falando sem pressa, comentando sobre o desenho preferido dele ???? tomara que de certo
    haaaaaaa ia me esquecendo adoro o blog, testo todas as dicas bjus diiirce

  24. Escutei Cold Play dirigindo com os filhos atrás. Mãe! Bota bilha bilha Estelinha. Falei. Não! Vou escutar o que eu gosto só hoje..

  25. super legal esse post…Algumas dessas coisas eu ja fazia mas é otimo ter outras ideias de como desestressar…Obrigada

  26. Vou colocar em prática!! Estou ficando esgotada, filhos e marido não dão um espacinho pra eu respirar

  27. É muito difícil ser mãe, principalmente quando vc não tem ajuda de nenhum parente, vc fica preso a seu filho, sem chances de um tempo para si, sair só se levar o filho, resolver alguma coisa e ter que levar a criança junto por não ter com quem deixar, não é fácil!! Arranjar um tempo para si se torna uma missão e tanto!

Deixe uma resposta para Elba Oliveira Cancelar resposta

%d blogueiros gostam disto: