A verdade sobre a comida de princesas e heróis que as mães não contam

princess

Não sei exatamente no que consiste a alimentação de uma princesa ou super-herói, mas certamente eles não devem viver de comida de mãe: é mais uma mentira para filho comer.

O prato está lá, quentinho, picadinho, com a quantidade certa de legumes, verduras, carne e fonte de carboidratos. Você fez carinhas de tomate e milho no arroz, usou a carne como cabelo e cuidadosamente escondeu übermicro pedaços de brócolis embaixo do feijão. Pode não parecer, mas preparar a refeição de uma criança dá mais trabalho do que cozinhar um banquete para 50 pessoas. É preciso muita perspicácia e criatividade, principalmente se seus filhos forem seletivos.

Usamos das mais variadas formas para conseguir enxergar nosso alvo: o fundo do prato. Aviãozinho, quadro de recompensas, sobremesa após do jantar, castigo se não comer o legume. Vale quase tudo para ouvir aquele barulhinho de criança comendo. O coração da mãe sossega e suspira a cada colherada.

Essa angústia materna na hora de alimentar um filho se deve ao fato de que, para as mães, comida e afeto estão intrinsicamente ligados: é a mãe a fonte do primeiro alimento do filho, alimento esse que chega num momento de criação de vínculos e estabelecimento de relações afetivas. Não é à toa que as mães ficam aflitas quando um filho começa a dar trabalho para comer. É mais que vitaminas e desenvolvimento, é mais que curva de crescimento e proteínas. O buraco é mais lá dentro, lá no fundinho do coração.

Quando um filho diz que não quer mais a comida é como se ele rejeitasse a alimentação, como se ele rejeitasse o peito, como se rejeitasse o amor daquela mãe. Daí o motivo da encanação das mães. Por isso preparar um banquete é mais simples, já que não tem nada dessa paranoia materna no seu feitio.

E dentre as artimanhas utilizadas por nós estão as frases de efeito que envolvem o personagem da moda.

“Come tudo pra ficar forte como o Super-Homem”; “As princesas a-do-ram purê”; “Espinafre é a comida favorita do Hulk”; “A Peppa come toda a comida, sabia?”

Pensa comigo: Sinceramente, você acha que alguma daquelas princesas Disney come carboidrato? Pra ter uma cintura daquelas, você há de convir comigo, que elas devem viver de salada, água, chá de hibisco, goji berry, óleo de cártamo e suco detox. Nada de comida de mãe. Isso para elas é enfiar o sapatinho de cristal na jaca.

E os heróis? Você acha mesmo que eles comem uma pratada de comida de mãe? Aqueles músculos, aquela força vêm de de muito complemento, whey, bcaa, clara de ovo e carne magra. Comida de mãe é só na Páscoa e no Natal, para não mexer no índice de gordura corporal.

Peppa come lavagem, Backyardgans vivem de sorvete e bolo, Galinha Pintadinha só come quirela, e os Minions… Minion come?

Isso é história para boi dormir, ou melhor, mentira para criança comer.

Veja aqui outras mentiras que as mães contam e acompanhe toda a série:

mentira-de-mãe

Check Also

Papai Noel existe: não é mentira de mãe!

  A origem do Papai Noel tem a ver com uma invenção de mãe. Preciso …

4 comments

  1. Adorei a parte sobre a rejeção da comida/amor de mãe! É assim mesmo que nos sentimos. Pior é quando desencanamos porque o filho só come yogurte, cereal, feijão e pão e assim mesmo é super ativo e inteligente; e em um exame de sangue suplicado pela mãe ao pediatra, descobre-se que o menino tem uma anemia grave. Esse foi meu caso e mesmo assim, jogando até com terrorismo, a comida/mãe ainda desce quadrado e em porções que nem chegam a ser minimas. Mas a gente chega lá ! Porque ser mãe não é ter paciência; é ter perseverança – como eu aprendi aqui no seu blog !!!

  2. Graças a Deus Luca nunca deu trabalho para comer, mas hoje em dia bem que troca minha comida feita com tanto carinho por qualquer prato de miojo … uma desfeita!
    Achei esse site muito bacana: http://www.cutefoodforkids.com
    Facilita a nossa vida e diminui a carga de mentiras que somos obrigadas a contar … rsss
    bjs,

    Maria Tais
    maesefesteiras.blogspot.com

  3. rsrsrrs. minions come banana!! rsrsrs kkkkk

Deixe uma resposta para Maria Tais Cancelar resposta