O melhor conselho que já recebi para meu filho dormir a noite toda

O melhor conselho que já recebi para o bebê dormir melhorBoas noites de sono podem simplesmente não existir. Mas só a mãe tem a resposta para o filho dormir bem.

Texto de Grace Koelma, publicado aqui.

Sono. Uma palavra tão simples, daquelas que eu nem dava muita bola antes de ser mãe. Estava mais relacionada a um dia após uma noite de balada ou aos momentos de insônia. De fato, eu não me preocupei muito com as minhas horas de sono, tampouco com as horas de sono de outra pessoa até então.

Já na gravidez, recebia conselhos sobre dormir bastante, para aproveitar, porque depois as noites de sono seriam raras. Mesmo assim, eu subestimei a sabedoria das pessoas mais experientes.

Livros e sites apontavam que bebês precisam dormir 18 horas por dia. Mas meu bebê dormia apenas 12, mesmo com canções de ninar, embalos e acalentos (e até umas mentiras). Meu filho apenas não queria dormir todo esse período.

O sono do bebê e a auto-estima da mãe

Cheguei a anotar todos os horários de mamadas, trocas de fralda e cochilos num aplicativo para sono de bebês. O app mostrou gráficos de quando e como meu filho estava dormindo. Por meses eu observei cada detalhe daqueles gráficos, na esperança de encontrar a solução para que meu filho dormisse uma noite inteira.

Até que meu filho parou com os cochilos durante o dia. Não importa o que eu fizesse, por quanto tempo fizesse, ele apenas não dormia mais durante o dia. Isso aconteceu com uma certa frequência durante algumas semanas. Nos dias em que meu filho não dormia, eu ficava do lado de fora do quartinho dele, em posição fetal, soluçando exausta, enquanto ele gritava lá do berço.

O sono do meu bebê (ou a falta dele) estava me causando ansiedade e angústia (leia: 5 mensagens para uma mãe cansada). Cheguei a um ponto em que minha auto-estima estava ligada ao sono dele. Se ele dormia 2 horas seguidas, eu era uma boa mãe. Se ele dormia 45 minutos, eu me sentia uma péssima mãe. Se ele não dormisse, então eu era a pior mãe do mundo de todos os tempos.

 

A pergunta que mudou tudo

Um dia, eu estava contando para minha mãe sobre minhas noites mal dormidas. Ela além de ter tido 4 filhos, é enfermeira numa maternidade. Ela sabe o que diz.

No meio do desabafo, ela fez uma simples pergunta: “O que é que te estressa tanto quando seu filho não dorme?”

A questão me pegou desprevenida. “Sei lá, eu acho que estou falhando como mãe…”

“Por quê?” – ela indagou.

Franzi a testa e busquei a resposta dentro do meu cérebro privado de sono… “Porque quando ele não dorme, eu… eu…” – e não conseguia encontrar a resposta. (Veja: Verdades que a gente precisa saber sobre se sentir uma péssima mãe)

Às vezes, não importa o que você faça, seu filho apenas não dorme. Mesmo estando cansado, choramingando e você tentando fazê-lo dormir por horas, o bebê não dorme. E não há uma razão lógica nisso, assim como nós, muitas vezes perdemos o sono, e não há muito o que possamos fazer sobre isso.

E o que eu faço então?

Perguntei à minha mãe o que eu deveria fazer, e ela veio com o melhor conselho que alguém poderia receber.

“Tire-o do bercinho, dê colo, leia uma história, brinque um pouco, cante para ele e deixe o bebê brincar com você.”

Eu devo ter feito aquela cara de espanto por não acreditar naquela coisa tão simples que ela estava me dizendo.

“Às vezes, seu bebê precisa mais de você do que uma noite de sono.”

 

 

Check Also

Papos e bocejos

Ontem a @redemulheremae promoveu uma #festanotwitter para discutir o sono. Tantas mães, tantas olheiras, tantos …

7 comments

  1. Meu Deus, quanta sabedoria nessas simples palavras!!!… 👏👏👏👏💞

  2. Mi, que post lindo e que conselho sábio o de sua mãe! Bjs

  3. Vanessa Alexsandra Souza Gomes

    Melhor e mais sábio conselho que já ouvi sobre o assunto! Também ficava estressada quando minha filha não dormia. Quanto tempo nós desperdiçamos dando atenção a padrões/regras que são impossíveis de se encaixarem na vida de todos, né! Milena, obrigada por compartilhar este sábio conselho de sua mãe. Abraços, Vanessa

  4. Diiirce, li seu post na sexta a noite e fiquei emocionada. No mesmo dia achei algumas anotações das horas que Stella acordava de madrugada, então já viu né?! Bateu saudade. Aí cheguei aqui e li esse conselho de sua mamis, quanta sabedoria. As nossas mães sabem de tudo, incrível! rs Amei o post.

  5. Arrasou. Fiquei sem palavras.

  6. Super conselho. Adorei. Desde minha última gestação, tenho sentido os efeitos de uma noite bem dormida.

Deixe uma resposta