Desfez-se a amarração

knot

 

Receita é um negócio meio assim, meio fórmula, meio poção, meio feitiço.

Você segue as instruções à risca, mas sempre dá aquele toque seu, põe sua assinatura no quitute. Uma pitada, uma decoração, um tiquinho a mais de manteiga, uma cobertura caprichada.

Assim como todo feitiço, tem aqueles que não dão certo, não surtem o efeito, não trazem de volta a pessoa amada em três dias úteis.

Era assim com o bolo de cenoura.

Tipo maldição de família.

Meu bolos de cenoura sempre encruam. Ficam lindos no forno, crescem e se inflam, douram. Depois murcham e enrijecem.

Minha mãe nunca acertou um bolo de cenoura. Só os de caixinha.

Minha avó paterna (repare que a praga vem dos dois lados – mãe e pai) separava todos os ingredientes e pedia para a empregada bater o bolo. Se ela ousasse mexer na massa antes de assar, o bolo embatumava.

Minha irmã, uma vez, deixou o copo do iquidificador se abrir sem querer, e a massa se espalhou pela pia. Ela não ia jogar fora trabalho, ingredientes e perseverança. Foi a única vez em que o bolo de cenoura cresceu. E não me venha com explicações, porque ela faz bolo como profissão. Mas o de cenoura…

Eu tentei diversas receitas. Muitas.

Cansei de comer bolo encruado.

Faço as mais deliciosas coberturas para salvar um bolo malogrado.

 

fotoEntão veio a Rita e sua panelinha. Ensinou-me um bolo simples de cenoura.

Nem precisei recitar o “mangalô, pé-de-pato, três vezes”.

O bolo cresceu, inundou a casa com seu perfume de bolo. Esfriou e permaneceu na mesma altura. Ficou fofinho até o fim, como diria meu primogênito.

Repeti a receita. O mesmo sucesso.

A Rita nem imagina o poder do seu feitiço de cenoura, capaz de quebrar a maldição hereditária.

Sei lá se foi a receita, se foram as medidas, a mandinga, a boa vontade, ou se é coisa de alguma entidade xamanística gastronômica. A verdade é que divido minha vida culinária entre antes e depois do bolo de cenoura.

3 comments

  1. Posso falar? Não sou tão mestre cuca quanto vc, mas descobri essa receita de bolo de cenoura do panelinha quando casei e SEMPRE deu certo. A receita é boa mesmo. Como quase todas que já tentei fazer do site dela. Sou fãzona.
    Bjos

  2. Nossa ficou lindo o bolo.. deve ficar boa esta receita para fazer cupcake.. no aniver do Pedro eu fiz uma receita da minha mãe ficou ótima tbm!

    Ainda bem q vc tirou a Zica!!!

  3. Bom, meu forte não é culinária (tanto que carinhosamente minhas amigas me apelidaram de ‘Carla Perez da cozinha’, pq até para seguir a receita eu me atrapalho…), mas bolo de cenoura é a única coisa que sai direito quando eu resolvo me aventurar na cozinha! e a receita é igual a essa do panelinha mesmo! bjo, adorei seu site!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: