Comprar material escolar: O guia mais engraçado para sobreviver à volta às aulas

 

comprar material escolar: guia mais engraçado de como sobreviver a essa tarefa de volta às aulasEsteja preparada para a saga de comprar material escolar com este guia bem-humorado

Comprar material escolar pode soar tortura para algumas mães. Para mim, é divertido. Talvez porque me lembre de quando eu era a filha, e o cheiro de material escolar novo dava até barato de tanta alegria. Ou porque eu, como mãe, saiba que as férias estão chegando ao fim e, assim, poderei ter minhas manhãs de volta para mim.

Eu sei que comprar material escolar é estressante, primeiro porque dói no bolso (veja essas dicas bem práticas para economizar comprando material escolar), segundo porque muitas vezes precisamos fazer isso com as crianças. O jeito é se inspirar nesse guia para não se esconder entre folhas de papel colorset e vegetal em posição fetal.

  • Baixe ou vá buscar a lista de material escolar. Tente não se assustar com as 50 linhas de itens.
  • Verifique o que sobrou do ano anterior. Muito provavelmente você vai se dar conta que sobrou apenas uma borracha encardida, meia dúzia de lápis mordidos e uma cola em bastão seca.
  • Dirija-se a uma loja especializada. Leve na bolsa uma garrafinha de vodka, caso a coisa fique muito tensa.
  • Pegue a lista e uma caneta e tente manter o foco apenas nas coisas a serem compradas. Para você, esta dica pode parecer simples, mas experimente dizer isto a seus filhos.
  • Comece pela cola: o pacote tem 6, mas escola pediu 8. O que você faz? Quebras as regras e manda 6 ou compra mais um pacote e estoca para o próximo ano? Daí você pensa que seu filho poderá sofrer bullying por causa disso, e leva a mais, pensando que vai ter tempo durante o ano para projetos das crianças que você viu no Pinterest.
  • Em seguida, tente buscar as folhas: A3, A4, A5, Canson, pautada, monobloco, sulfite, ofício, color set, dobradura, cartolina… É tanto tipo de papel, que você tem a impressão de estar montando uma papelaria itinerante na mochila do seu filho.
  • Pausa, porque seu filho vai pedir para ir ao banheiro. Você vai se perder na lista, e ele vai adicionar mais 3 itens não solicitados às compras no meio do caminho.
  • A próxima missão na hora de comprar material escolar é escolher um caderno sem que você tenha que deixar um rim por um que tem um personagem famoso na capa. Tente distrair seu filho com outra coisa enquanto cumpre este item.
  • Você chega ao item “Pasta plástica com elástico NÃO PODE SER DE PAPELÃO”. E você tem a sensação de estar tomando uma bronca da professora no meio da papelaria por causa das letras maiúsculas da lista.
  • Uma caixa de lápis de cor de 12 cores. Está aí uma coisa que não compreendo: criança adora pintar e perder lápis. A escola deveria ter colocado em letras maiúsculas que é uma caixa de 12 cores SE SEU FILHO FOR ORGANIZADO. Caso contrário, compre umas 3 caixas. E tem também o detalhe de que a escola pede 500 folhas de sulfite e 1 caixa de lápis de cor? Tem conta errada aí.
  • Prepare-se para o chilique do estojo: seu filho vai escolher o mais caro e o menos resistente. Você vai tentar convecê-lo a levar aquele basicão que dura 10 décadas. Então vocês bufam, batem o pé, e acabam levando um de personagem, mas que não tem sistema antichoque nem pisca no escuro com 8 pilhas AAA.
  • O apontador: você escolhe um que presta, seu filho escolhe um do gosto. Vocês levam os dois, e seu filho descobre na primeira semana que você tinha razão. E gruda um adesivo no apontador para personalizar. E nada disso vale a briga, por que esse apontador vai sumir no primeiro mês.
  • Você chega no caixa e retira 40% das compras que seu filho foi pondo na cesta, e mesmo assim, quase desmaia na hora de pagar. Será que foi a vodka?
  • Agora é só chegar em casa e colocar etiqueta e nome em tudo. E é aí que você se arrepende de ter chamado seu filho de Wellington Anderson Bragança Pinheiro de Magalhães Cintra. Deveria ter sido Nóe de Sá ou Ivo Dias.

Agora só esperar o grande dia chegar: eles felizes para reverem os amigos e estrearem o material, e você, radiante, porque a casa vai permanecer tranquila e limpa por mais tempo. E o máximo que vai acontecer é contarmos umas mentirinhas no primeiro dia de aula.

Check Also

o que fazer quando as crianças estão na escola

O que fazer quando as crianças estão na escola?

O que fazer quando as crianças estão na escola: confira 30 ideias sensacionais!!! A gente …

Deixe uma resposta