Desabafos de mãe

Cuecas

Já tinha ouvido dizer que a fase do desfralde é difícil. Todo cuidado é pouco. Qualquer exaltação da mãe pode virar um trauma psicológico pro resto da vida. Um xixi que desce pela descarga sem se dar tchau e pronto – surge um adulto com complexo de inferioridade. E se a mãe briga quando o cocô insiste em ficar na …

Read More »

Reminiscência

A cada dia que passa vou me restabelecendo. Tem dias em que choro muito, outros em que sequer cai uma lágrima. Momentos em que me sinto uma rocha, outros em que estou mais para um papel de seda. Com o tempo, parece que aquela dor vai passando. Na verdade, ela vai é se transformando. Como a borboleta. Um bicho sem …

Read More »

Sinais

Quanto mais desamparados nos sentimos, parece que mais sinais buscamos encontrar. Foi o que estava acontecendo comigo. Ver minha filhinha na UTI, cheia de eletrodos, acessos, inchada dava uma agústia sem fim. Maior que isso só a dúvida. O não saber o que iria acontecer estava acabando comigo e meu marido e, consequentemente, com meu outro filho, que sentia tudo. …

Read More »

Acreditar

Minha família sempre foi religiosa. Minha mãe e seus santinhos, meu pai kardecista, minha irmã teve sua época de mãe-de-santo. Eu mesma passei oito anos estudando num colégio de freiras e cheguei a frequentar um grupo de jovens. Fiz Primeira Comunhão, casei na igreja e batizei meu primeiro filho. Também rezo antes de dormir (vez ou outra, caio no sono …

Read More »

A primeira mamada

Ainda na sala de parto, perguntei quando poderia amamentar minha pequena. Disseram-me que ela faria os exames de praxe, tomaria um banhinho e seria levada ao berçário até que eu me recuperasse. De madrugada ela seria levada ao quarto para a primeira mamada. Não preguei direito os olhos até poder ver minha Alicia no quarto, sendo por mim amamentada. Ela …

Read More »

Dos olhares

Já falei aqui da bronca que me dão certos olhares? A gente, aqui, se equilibrando em cima das pernas para parecer que está tudo bem, tirando força da cartola para estampar um sorrisinho mesmo que amarelo, e tem gente te olhando torto. Quando a gente fala do ocorrido, é engraçado ver a reação das pessoas. A maioria fica indignada, mas …

Read More »

No luto, a loucura

Outro dia, papeando com as amigas do Test Drive Mami, a Ranne me falou de uma mãe que também perdeu seu filho e, para não desmoronar, se deu o direito de enlouquecer. Parece que estou indo pelo mesmo caminho… Às vezes me acho insensível. Tenho a impressão que devia estar depressiva, chorando dia e noite a perda da minha menina. …

Read More »

Minha estrela: um anjo voltou pro céu

Foram 15 dias. Uma quinzena de amor incondicional que durará pela eternidade. E não vai adiantar eu me questionar o porquê, tentar achar um culpado, buscar razão onde ela não existe. Lá em cima tem alguém que sabe de tudo, que põe obstáculos em nossas vidas para que encontremos a paz. Ele, sim, pode tudo! A nós só cabe aceitar …

Read More »

Explicando o inexplicável

Amigos… A maioria já deve saber o porquê de eu ter sumido na net, mas para quem ainda não teve notícias, dia 6 de abril tive minha bebê. Parto cesárea, supertranquilo, bebê saudável e linda! E a mãe coruja! Umas doze horas depois, ela apresentou um quadro de pneumotórax espontâneo (uma bolsa de ar entre o pulmão e a pleura …

Read More »

Dona Diiirce adverte: Grávidas, cuidado com tombos!!!

A dica hoje vai para as barrigudas da rede, como eu. A gente sempre acha que a fulana que caiu grávida é uma desligada, até que acontece com a gente. Tudo bem que sou meio desengonçada às vezes, mas nada que me faça ir à lona. Na segunda gestação, caí com uma bandeja de gelatina (ainda mole) no quintal de …

Read More »