Amamentação: Perrengues e micos que você ainda vai pagar

amamentação

A amamentação não é feita só de afeto e magia: 80% dela é feito de micos e perrengues.

Amamentei 3 filhos por mais de 1 ano. Foi um dos maiores prazeres da vida de mãe, e que me farão muita falta (como já contei aqui e aqui). Passei por momentos singelos e micos que me fazem afundar a cabeça para dentro do pescoço só de lembrar. E isso só acontece porque amamentar é se doar.

Já não bastaram aquelas 40 semanas emprestando seu corpo para gerar uma vida, agora tem mais uns meses de empréstimo pela frente. Você doa seu seio, seu colo, seu corpo. E doa suas horas de sono e seus pratos de comida quente. É que cada vez que uma mãe faz seu prato fumegante, abre-se uma notificação no app do bebê – não tem outra explicação. E você passa a comer com o bebê engatado mesmo, afinal, precisa se alimentar para ter leite. Daí bate aquele sono, e você já não sabe se mastiga ou cochila, e, enquanto se decidia, bateu a sede. Seca tudo! Seca a boca, a garganta, seca até a aguinha dos olhos.

E você fica naquele misto de “ai, como isso dói” e “ai, como isso é bom”. Que é o grande dilema da amamentação: emagrece, mas você passa a usar sutiã 58; o leite tem tudo o que o bebê precisa, mas a gente nunca sabe de fato quanto ele mamou; a gente precisa descansar, mas o bebê acorda para mamar de hora em hora. E é essa privação do sono que faz você dormir nas posições mais bizarras ou então passar a ver TODAS as séries da Netflix para se manter acordada. E fica a dica: A Netflix deveria fazer um perfil para lactantes que de tempos em tempos perguntaria “Você ainda está amamentando?”.

A amamentação é um momento mágico de criação de laços entre mães e filhos… laços e nós! Daqueles bem difíceis de soltar, que quebram a unha e quase te fazem desistir.

Porque, de fato, a gente acaba esquecendo o filho mamando ali, e cochila, pega no sono, baba, levanta, bota o filho no berço, sai para cuidar da vida, atende a campainha, e só aí se dá conta daquele peitão para fora. Até porque o peito da mulher que amamenta é meio público: no começo você fica tímida e faz um baita contorcionismo para o bebê pegar o seio sem você pagar peitinho. Mas já na maternidade vem a primeira lição: pessoas estranhas vão tocar seu peito – o obstetra, o pediatra, o banco de leite, e a cada 15 minutos uma enfermeira vem dar uma apertadinha para ver se já desceu o leite, independentemente se você tiver ou não visitas no quarto. Daí você passa a nem ter mais vergonha de mostrar o peito para pessoas que antes seria inconcebível, como seu pai, seu irmão, seu cunhado, seu chefe ou o amigo do seu marido.

Mas pagar peitinho nem é o pior. A zoeira começa mesmo quando o leite vazar. Vazar e manchar sua blusa. No ônibus. A caminho do trabalho. Rumo a uma reunião importante. Mico total! Daquele dia em diante você passa a usar as práticas conchas plásticas de amamentação – que me davam a impressão de estar carregando tupperwares escondidas. Você abafando que está coletando o vazamento e na primeira abaixada… Tchá! Tem leite escorrendo do pescoço pro ouvido. Ou mesmo naquele dia em que você resolve aproveitar o momento peitão arrebitado, e abusa do decote. É aquele mesmo dia em que todo o leite desce. Para um peito só. E te deixa visivelmente torta. E você quase manca.

Daí é só encontrar o bebê para ter a maior sensação de alívio e prazer, só comparável a fazer xixi num vaso limpinho depois andar pela 25 de março num dia de calor tomando 7 litros de água de coco. Uma sensação de prazer inenarrável. Aliás, amamentar é isso: uma sensação maravilhosa, cercada de muitos perrengues. Um momento de muito afeto que cria laços – e traumas – entre mães e filhos. E uma coisa que apenas as mães podem fazer! We got the power!

Se você estiver com dúvidas na amamentação, confira esta matéria ou procure o banco de leite da sua cidade.

Mas antes de sair, curte o post aqui embaixo. 😉

 

Check Also

Nada é tão fundamental como amamentar

Pesquisa mostra como amamentar é visto pelas mães Toda mãe sabe como amamentar é superimportante para …

3 comments

  1. kkkkkkkkkkkkkkk A doce amamentaçao kkkk Disse tudo , e maravilhoso mas os micos que a gente paga sao inenarraveis kkkkk

  2. Minha esposa está amamentando, leu, adorou e mandou pra mim. Parabéns pelo post simples, tocante e divertido.

Deixe uma resposta