Filosofia Natalina

Imagem daqui

 

Natal… Tempo de paz, de alegria, de união na família!

Tempo em que algumas questões filosóficas martelam meu humilde pensar.

* Por que as crianças precisam amar o Papai Noel? Baita cara estranho, barbudo, com umas roupas nada a ver, fora de estação, que faz Hohoho. Vem cá, eu nunca usei a expressão Hohoho a não ser para imitar o bom velhinho. E, convenhamos, tem uns papais noéis por aí que mais parecem ranzinzas noéis ou bebuns noéis. E a criança tem que tirar foto, conversar… Mas a mãe ensina que não é para conversar com estranhos. E a criança chora! Pudera…

* Papai Noel é safado! A verdadeira mamãe noel está lá no pólo norte, ralando o bucho em sua cozinha lapônica, enquanto o “bom velhinho” viaja o mundo acompanhado de mamães noéis de sainha e cara de vadia apresentadora infantil.

* O que é um Chester? Um Fiesta? Uma ave natalina que não seja peru? Nunca vi um vivo! São uma farsa! São frangos anabolizados, cheios de hormônios. Ou vai dizer que o primo do amigo do compadre do vizinho do seu amigo já viu um, hein?

* Natal  cai invariavelmente, todos os anos, na mesma data. E por que, ó meu Deus, por que tem gente que deixa para comprar presente entre 20 e 24 de dezembro. Porra! Compra em agosto, setembro e vai guardando. Nããããão, tem que fazer muvuca na 25 e levar a família a tira colo.

* A sobremesa: o que eu faço de sobremesa este ano? Panetone com sorvete ou Pavê? Um dos dois não pode faltar. Daí os mais chiques inventam nomes pompozos para variações sobre o mesmo tema. E está feita a ceia. E sempre tem o meu marido tio da piadinha “é pavê ou pra comê?”. Desejo má digestão natalina a esse ser que, pode contar, vai fazer a piadinha de “ver a Mangeira entrar” no carnaval (li isso no tuinto e achei o máximo). 

* Por que todo ano tem especial da Xuxa, do Roberto Carlos e do Didi? E quando um deles bater as botas?

* Luizinhas de Natal… Quem inventou que elas são legais? Ok, tem casa com decoração bonita, outras simples, só com as luizinhas em volta da janela. Mas tem umas casas por aí que parecem pista de dança de boate de beira de estrada! É aquela pessoa que já emenda o Natal no Carnaval. Porque, né, dia 1º a Globeleza já começa a rebolar nos intervalos da sua programação.

*****

Deixando o mau humor festivo de lado, desejo um Natal de família unida de verdade para todo mundo que me lê! Com o tio que bebe e conta a mesma piada todo ano, o outro que come farofa de boca aberta, a tia gorda que traz sobremesas deliciosas, a vó que faz as rabanadas, a criançada que quebra a louça fina que a tia ganhou no casamento em 1978… Isso é família, gente… FELIZ NATAL!

5 comments

  1. Olha…a piadinha do pavê passa de geração em geração, não conseguiremos nos livrar disso pelos próximos milênios, assim como Xuxa Roberto e afins (tá tudo documentado em DVD rs). Adorei o post, a foto e o bom/mal humor natalino. Bjs

  2. Tô rolando de rir aqui…é bem isso mesmo…Desejamos td em dobro pra vcs…Muita saúde, paz, amor e é claro PROSPERIDADE.Bjos no coração…

  3. kkkkkkkkkkkkk, adorei vc é das minhas boa feliz natal bjus Clau

  4. Minha sogra inventou um tal de “pavetone”, imagina. Datas a oarte, eu acho q as pessoas deveriam se comportar legal o as no todo e sem hipocrisias, mas parece q tem gente q adora ser do xontra .

  5. Feliz 2012 …saúde paz e blá blá blá .. e tudo aquilo q vc deseje se realize.. bjs !

    Q Deus abençoe sua família !

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: