10 verdades sobre ser mãe que vão aliviar o peso da maternidade perfeita

ser mae

Tentar ser uma mãe perfeita, sem erros, deixa a gente exausta. Confira como ser uma mãe imperfeita pode deixar a maternidade mais leve e a sua vida mais feliz.

1. Você vai errar. Todo mundo erra. Você vai contar até dez, respirar, mas vai chegar um dia em que a bagunça das crianças vai consumir sua paciência, e você vai gritar pedindo silêncio (coerências…). Tudo aquilo que você leu e aprendeu sobre olhar nos olhos, falar objetivamente, sem gritar, será engolido por sua irritação. Não encane. Um dia vamos sentir falta dessa bagunça toda.

2. Você não é feita de erros. Não é porque erramos vez ou outra que somos péssimas mães. Não há nada de mau em pisar na bola, voltar atrás e pedir desculpas às crianças por ter sido rude demais, gritado demais. Isso faz parte do papel de educar, de ensinar a repensar os próprios atos e se desculpar.

Um dia ruim não faz de você uma péssima mãe.

3. Desabafe e encoraje. Na primeira rodinha de mães que encontrar, desabafe. Fale a verdade, que sua casa o tempo todo vira e mexe fica de ponta cabeça e você perde a paciência. Veja como as outras mães se identificam e contam seus casos também. Mas perceba que a conversa não acaba com aquele ar de fracasso. Uma mãe encoraja a outra, se solidariza, dá dicas. Bem diferente das redes sociais, em que cada uma, protegida pelo escudo da tela, aponta os erros e diz que teria feito tudo diferente de você.

4. Ser mãe não é fácil. Não é só gerar um ser. O trabalho de educar cansa, corpo e mente. E opior de tudo é que é um trabalho que ninguém percebe ou reconhece. Muito menos seus filhos. Nosso único consolo é torcer para que um dia eles também tenham filhos, e só aí, percebam tudo o que fizemos por eles. E, mesmo assim, eles ainda vão achar que fizemos coisas erradas. O mais engraçado nisso tudo é que fazemos, nos esgotamos, achamos que está tudo errado, ninguém da valor, e mesmo assim é a coisa que mais nos deixa feliz na vida.

Ser mãe é dar o melhor de si e, mesmo assim, achar que está fazendo tudo errado.

5. A rotina vai te cansar. Todos os dias, a mesma coisa. A repetição que dá segurança a seus filhos vai te deixar muitas vezes frustrada e exaurida. Põe a mesa, limpa a mesa, arruma as crianças, leva e busca, limpa isso, arruma aquilo, dá banho, põe para dormir, e repete as ordens, porque ninguém te escuta. É normal, não é coisa que acontece só na sua casa. E cansa, dá uma sensação de anulação. Mas há dias em que isso nem é percebido, de tão felizes.

6. Coloque um elemento surpresa no seu dia. Para essa rotina não transformar a vida da família numa coisa mecânica, faça pequenas surpresas, um bilhete no lanche, buscar os filhos mais cedo, um almoço no quintal, um banho na banheirinha, brigadeiro de sobremesa, tinta em vez de telas, uma flor na mesa de jantar, um desenho sobre o travesseiro. Não precisa mudar tudo o tempo todo, mas adicione uma pequena surpresa todos os dias. Pode ser uma bobeira para a gente, mas vai fazer brotar sorriso no rosto dos nossos filhos. E isso nos faz muito bem.

As crianças crescem rápido demais, e logo virá uma saudade da loucura que você está vivendo hoje.

7. Agende um tempinho para você uma vez por semana. Não precisa de muito, mas tenha sempre uma hora para fazer sua mão, ou tomar um café, ou dar uma caminhada, ou ir ao mercado sem filhos. Poder respirar sem uma criança por perto faz a gente se revigorar, sentir saudades dos pequenos, e valorizar cada instante ao lado deles. Só você pode dar uma mãe feliz a seus filhos, então tenha um tempinho para si também.

8. Agradeça. Ao fim do dia, bote sua cabeça sobre o travesseiro e agradeça. Reflita sobre tudo de bom que se passou, sobre as vezes que você conseguiu se controlar, os momentos de alegria em família, a saúde das crianças. Agradeça em forma de oração ou apenas como um check-list dos top moments do dia.

Só você pode dar uma mãe feliz a seus filhos.

9. Valorize. Perceba como cada acontecimento do dia é importante, e como a maior parte das vezes deixamos as coisas rolarem no automático. Nossos filhos estão crescendo numa velocidade que nosso cansaço não nos deixa perceber. Esses dias mesmo minha sogra, vendo fotos dos filhos pequenos, me alertou para que eu curtisse cada momento. Pois num piscar de olhos, as crianças crescem e se tornam adultos, a gente envelhece, e não dá para voltar atrás.

10. Ser mãe é a coisa mais importante do mundo. Pelo menos para seus filhos, você é a pessoa mais valiosa do mundo. Apesar dos momentos de descontrole, das birras, da sua falta de paciência. É você que eles amam, com todos os seus defeitos. Eles não estão nem aí para as fotos que você publica nas redes sociais. Eles querem mais é sua presença real na loucura do dia a dia, em cada pequeno momento da vida deles.

Seus filhos não ligam para a vida que você publica nas redes sociais.

 

Check Also

25 atividades diárias que irritam qualquer mãe

24 atividades diárias que irritam qualquer mãe

Fazemos essas coisas todos os dias, mas elas irritam qualquer mãe (ou pai) Ser mãe …

6 comments

  1. Tks! Nao aguento mais chorar todos os dias. Estou me debulhando em lagrimas nesse exato momento meditando sobre essa vida de mae. Nao tem como voltar atras… So olhar na frente mesmo…

    • Estou na mesma situação, essa vida de mãe e ainda mais mãe solteira está me cansando, não consigo mais ter tempo pra mim, todo meu esforço de trabalho é pra ela, não tenho ajuda financeira do pai, não tenho com quem deixá la nos finais de Semana se eu quiser fazer algo sozinha, tudo, exatamente TUDO tem que ser em função da minha filha, ela vai fazer 4 anos, estou exausta por ter que fazer tudo sozinha sempre, às vezes tenho vontade de voltar no tempo e não ter me tornado mãe, depois já me sinto culpada por ter pensado assim!
      Realmente estou confusa, exausta e precisando ser cuidada um pouco!
      Não agüento mais!!!!’

  2. Gostaria muito de ter alguem para conversar sobre isso; as pessoas acham que pq somos maes temos que aer forte todo o tempo

    • Sandra Laiber de Jesus

      Oi Márcia. É assim mesmo, já passei por três crises de depressão, e as pessoas perguntam, mas vc tem uma família tão linda?! Então, lembro da minha humanidade imperfeita, e isso reflete a minha maternidade imperfeita. Aprendi muito com os meus erros, mas percebo que acertei mais do que errei! Para mim, ser forte é continuar lutando, mesmo com toda a nossa fraqueza. De acordo, com a minha fé, conto com a ajuda de Deus, todos os dias para me levantar e seguir em frente! Deus abençoe a sua vida e dê a vc a força que precisa!! Abraços!

  3. Como isso é animador!!! Tento aproveitar essa fase pq sei que não vai demorar, mas é difícil! Não estava preparada pra essa vida, e não sei qdo vou me preparar pra esse turbilhão de emoções, sentimentos e tarefas que é a vida de mãe… Espero que as coisas aqui dentro de mim melhorem o mais rápido possível!

    • Kelly
      A maternidade tem momentos pesados que são compensados com coisas simples, como beijo de filho, um elogio pela sua comida, um olhar.
      Aproveite cada minuto, pq a infância deles passa rápido demais.

      Bjs

Deixe uma resposta