10 maneiras para passar mais tempo brincando com os filhos

 10 maneiras de passar mais tempo brincando com seus filhos

As tarefas de casa consomem tanto nossas horas que fica difícil arrumar um tempo e ter cabeça para brincar com as crianças.

Grande parte das mães que ficam em casa com quem converso reclama da falta de tempo em ficar com as crianças. São tantas coisas para se fazer – arrumar, limpar, cozinhar, cuidar – que fica difícil a gente se sentar e brincar com as crianças. Por vezes achamos que só o fato de estar em casa com os pequenos já basta para ganharmos o título de mãe do ano, no entanto a correria nos faz inserir as crianças nas nossas atividades, o que nem sempre é divertido para elas. Mas com organização é o dia a dia pode ficar mais divertido.

Fale a verdade: quando foi a última vez que você se sentou no chão da sala e brincou de carrinho ou boneca? Quando foi que você e seu filho jogaram um jogo pela última vez? (olha quanta ideia de brincadeira aqui)

Também não tenha vergonha de assumir que não gosta de brincar com seu filho. Isso é absolutamente normal. Você pode não curtir determinada brincadeira, mas há algo que vocês fazem juntos que seja divertido. Aliás são tantos momentos no dia, que a gente nem percebe. Veja esse post onde contei que não gosto de brincar com meus filhos.

FICAR em casa com os filhos não é a mesma coisa que ESTAR em casa com os filhos. Muitas vezes ficamos em casa, mas estamos com a cabeça em outro lugar, nas coisas que precisam ser feitas. Isso acontece porque passamos 24 horas do dia em nosso ambiente de trabalho, e é difícil, sim, se desconectar para “perder” tempo brincando.

Brincar é se desenvolver, é aprender. E fazer isso na companhia dos pais gera um sentimento de mais segurança para as crianças. Não importa se você fica em casa ou trabalha fora. Brincar com filhos é primordial para o desenvolvimento de qualquer criança.

diiirce conta pra você na galeria de fotos abaixo o que funcionou aqui para termos mais tempo e mais qualidade.

Como passar mais tempo com os filhos

  1. Organize uma agenda semanal: Organize tudo o que você precisa fazer, os apontamentos e as coisas que deseja fazer. Perceba que o “tenho que” é diferente do “quero que”. Assim você inclui passeios e momentos em família na sua agenda e se organizada para isso acontecer.
  2. Utilize um timer: Ajuste-o para uma ou duas horas de trabalho e, nos intervalos, ajuste-o para ter meia hora de brincadeira. As crianças vão ficar felizes em ter a mãe por inteiro para brincar e aos poucos vão entender que a mãe precisa fazer seu trabalho para poder brincar com elas depois. Essa técnica é perfeita para quem faz home-office.
  3. Se a casa estiver limpa, vá para rua. Depois de um dia de faxina, quando finalmente você conseguiu colocar tudo em ordem, ficar em casa só vai te deixar estressada. Não é fácil ver as crianças colocando tudo abaixo depois de tanto esforço. Então aproveite para passear e quando voltar a casa estará limpinha, as crianças cansadas, e a faxina vai durar mais.
  4. Peça ajuda. Confesso que este é o item mais duro para mim. Mas sei que quando o bicho pega, ou eu corro para mãe e sogra, ou enlouqueço. Nem que seja uma horinha na semana, seja para fazer as unhas, seja para limpar a cozinha, seja para ir ao banco. Você não é nem nunca será a Mulher-Maravilha. Você é humana, não um polvo! E sem ajuda fica difícil você ter tempo para brincar.
  5. Use a tecnologia a seu favor. Aproveite os recursos de seu tablet ou celular para usar o timer, fazer listas de afazeres, organizar o dia a dia, procurar receitas, ir ao banco, checar e-mails, dar uma passada no Facebook, ler blogs que gosta… Mas nada de perder mais de 40 minutos com isso. A não ser que você trabalhe em casa. De qualquer forma, timer na tecnologia também! E, claro, nada de checar o Facebook na hora da brincadeira com as crianças, né?
  6. Terceirize quando puder. Tudo o que puder ser feito por outra pessoa deve ser feito. Peça uma pizza, mande a roupa para a lavanderia, contrate uma faxineira para dar uma geralzona. Se a grana estiver curta, volte ao item número 4. O intuito é você ganhar uma hora com as crianças. Pediu pizza? Assistam um filme juntos? Mandou a roupa para a passadeira?
  7. Faça listas. Faça listas para tudo: para o mercado, de coisas que precisam ser feitas no dia, de coisas que você precisa fazer na semana, no mês, de pratos da semana, de passeios que você quer fazer. E trate cada lista como uma meta a ser batida. Além de organizar, as listas acabam se tornando um desafio, além de organizarem seu dia a dia para você ter mais tempo. Lá no meu Pinterest tem uma pasta com planners e inspirações para essa técnica chamada Bullet Journal.
  8. Acorde mais cedo ou durma mais tarde. O importante é poder ficar pelo menos uma hora em casa para você poder ter um tempo sem as crianças, seja para dar uma avançada nos seus afazeres, seja para ter um tempo para ler ou tomar um banho.
  9. Peça a ajuda das crianças. Eles vão adorar cozinhar, limpar ou te imitar. A questão não é nem ter a ajuda deles, mas mantê-los ocupados enquanto você faz suas coisas. A interação de vocês nessas atividades do dia a dia vai fazer as crianças darem mais valor ao seu trabalho e dar aos pequenos a sensação de pertencerem à família, o que acaba aumentando a segurança deles. Tudo vira brincadeira.
  10. Dance. Pare tudo o que estiver fazendo e coloque uma música animada e vá dançar com as crianças. Você se desliga, eles se surpreendem, todos se divertem.

Se nada disso funcionar, não se sinta a pior mãe do mundo. Nem sempre a gente acerta, há fases mais difíceis. Mas não desista e tenta encontrar aquilo que melhor funciona na dinâmica da sua família. Com paciência e persistência você encontra mais tempo para seus filhos.

7 comments

  1. Oi “Diiirce” , respondendo a sua pergunta: jogamos (eu e marido) ontem com nossa pequena, 3 jogos antes de ir para cama. Antes disso lemos com ela. Assisti um resto de filme também com ela e conversamos o dia inteiro… Acho que tá mais ou menos né… A rotina do jogo é praticamente diária. Essa é uma das coisas que gostamos de fazer juntos.
    Nessas férias, como aqui não tem uma bendita praça decente, nem biblioteca, nem zoologico..afe.. saio com ela pra fazer lanchinho na rua e resolvermos coisas juntas… É um tempo dedicado.. Vez ou outra sim, levo-a para cozinha, principalmente quando pede…

    Mesmo com toda atenção, ela por ser filha única, exige muito. E nós, além dos encargos domésticos, queremos escrever nos nossos blogs, ler todos os e-mails, responder todos os comentários e atualizar nossa pagina no face… ai ai..

    Vejo que mesmo com toda atenção, criança precisa MUITO dos pais.. que tem a função de amar e cuidar dos pequenos, mas criança precisa MUITO de outra criança, a gente não supre totalmente e nem sempre fala a linguagem deles. Por isso fico tão feliz quando ela está na escola, pois interage, aprende e é feliz com seus coleguinhas..

    Um beijo grande da mãe da Maria!
    Bolhinhas de Sabão para Maria

  2. Tudo o que eu precisava hoje era ler este post!!! Fico em casa com meus filhos, mas realmente não consigo conciliar os afazeres domésticos com eles! Preciso urgentemente me reorganizar, senão vou pirar. A hora de preparar o almoço é uma loucura! Vou colocar em prática suas dicas..adorei, adorei! Beijos!

  3. Gatinha. Disse tudo: estar em casa e ficar com as crianças = enorme distância. Amei as dicas. Bjs

  4. Eu procuro fazer a minha parte com certeza,sou muito paizão !

  5. Muito bom! São dicas que todo mundo pode fazer, nada fora da realidade!
    😉

  6. Muito bom, ótimas dicas, vou aplicar no meu filho que está chegando.
    Obrigada.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: